Artigo

A E3 não tem mais a mesma força de antes?!

Um dos maiores eventos de games do mundo. Mas será que a famosa E3 não está perdendo a força que tinha antes?

Semana passada nós tivemos a edição de 2014 de Electronic Entertainment Expo. A primeira coisa que eu vi após o fim do evento foi o pessoal discutindo quem venceu a E3. Absolutamente nada contra, mas pessoalmente eu acho que esta questão não faz mais sentido atualmente.

Nos aureos tempos do evento, que teve sua inauguração em 1995, tive um forte apelo de quem era o vencedor daquele ano. Embora o evento ocorra em três dias, um desses dias acaba por ser o mais marcante, que é onde as grandes empresas, como Nintendo e Sony, fazem uma conferência pré-feira, e anunciam seus principais lançamentos do ano. Uma grande expectativa era gerada por estas conferências e acabava por tornar este um evento grandioso, onde as empresas tentavam ganhar dos concorrentes como a melhor empresa do ano em termos de novidades de lançamentos.

Mas a feira perdeu muita da sua força quando, em 2007,  saiu do tradicional local, o Los Angeles Convention Center, e foi para Santa Mônica, transformado em um evento menor e mais voltado para negócios. Com o clamor dos jogadores que desejam pelo o seu grande evento de volta, a E3 acaba por voltar para Los Angeles. Porém mesmo com essa volta eu afirmo que o evento não foi mais o mesmo.

O que eu vejo como principal fator de mudança foi que, antigamente, nós, meros mortais, esperávamos por esta época do ano para saber dos grandes lançamentos das empresas e tudo isso através da imprensa especializada. Quando a E3 voltou para LA, um cara muito importante surgiu no cenário, chamada Internet. O que acontece é que não era necessário esperar tanto para saber de tantas novidades. Muitas novidades passaram a surgir para os jogadores praticamente em tempo real.

O efeito da internet permitiu que as empresas pudessem estar mais perto do seu público-alvo. Um dos maiores exemplos é a Nintendo, que através do seu Nintendo Direct, informa os jogadores diretamente sobre as novidades da empresa. Não é a toa que a empresa optou nos últimos anos por substituir sua conferência pré-E3 por edições especiais do Nintendo Direct. Não apenas isso, neste ano de 2014, além de seu Direct Especial, houve uma transmissão durante todo evento ao vivo direto da E3, mostrando mais de seus jogos.

Sobre o que as grandes empresas apresentaram, a Microsoft foi bem chata, se bem que não curto as séries da empresa, então minha opinião não é muito boa para isso. Já a Sony teve uma conferência de 1 hora e 45 minutos. Embora com muita coisa legal, a apresentação foi bem cansativa devido ao longo tempo. Chega um momento que o cara só quer que acabe. A Nintendo por sua vez, apesar de só ter o evento digital de 45 minutos (uma hora menos que a Sony) mostrou tanto quanto ou mais. Mas independente do que foi mostrado nas conferências de cada empresa, não consigo mais ver a disputa de quem ganhou.

E você, acha que alguém ganhou a E3 desse ano? Concorda comigo que o único vencedor é o cara que teve seu jogo favorito anunciado? Ou você simplesmente não está nem aí para a E3 e vê a feira como um momento como qualquer outra do ano? Quem comentar será o vencedor da E3 deste ano.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Quando seu Cérebro vira o Inimigo – Síndromes Bizarras| MFC 416