[Primeiras Impressões] The Walking Dead – 6ª Temporada

Mais um ano de The Walking Dead chega ao fim, e após seis anos de produção, fica evidente que os realizadores não se importam com as críticas do público ou simplesmente não conseguem mudar sua fórmula estabelecida.

Assim como nas temporadas anteriores, The Walking Dead começa forte e promissora, em um episódio que será o responsável por estabelecer Rick Grimes como o novo líder de Alexandria, com um plano mirabolante temos aquilo que todos os fãs da série desejam: zumbis, aliás, muitos zumbis.

A primeira metade é apenas um tira gosto, pois em sua metade final TWD mostra ao que veio, revelando que existem outras comunidades nesse mundo, com a incrível adição do personagem Jesus e a comunidade Hilltop, o surgimento dos Salvadores e a vilanização de Rick e seu grupo.

The_Walking_Dead - Temporada6_Rick

E é Carol que se destaca nesse meio. Os episódios que desenvolvem o seu personagem são magníficos. Cheio de diálogos interessantes e dúbios, temos nela o ponto alto da sexta temporada. Mas se tem alguém que rouba a cena, é Jeffrey Dean Morgan (Supernatural) como Negan, acompanhado de sua fiel Lucille. Em menos de vinte minutos de tela, ele consegue aterrorizar psicologicamente todos os telespectadores, foi até então o momento mais aterrador.

Infelizmente, a série ainda se apoia em ganchos desnecessários para manter a audiência (vide caso Glen e o final da temporada), porque convenhamos, após seis anos já temos um público fiel. Eu ainda tenho minhas dúvidas se os ganchos criados não servem como termômetro para os roteiristas mudarem as ações de acordo com a reação do público.

Apesar de um roteiro costurado cuidadosamente, a série nos entrega “spoilers” ao focar demasiada atenção sobre um único personagem. Tornando-se possível prever as próximas mortes ou ascensões de acordo com o tom empregado.

Alguns episódios são desnecessários e lentos, existem apenas para acalmar os corações e desprepará-los para a próxima porrada na cara. Não que todos os episódios lentos sejam ruins, um dos meus preferidos desse ano é o excelente “O Próximo Mundo” (décimo episódio), e é um episódio pacífico e acalentador.

The_Walking_Dead - Temporada6_Negan

Entre acertos e erros The Walking Dead se mantém acima da média e convence. Torço apenas que as escolhas feitas para finalizar a temporada não vazem e destruam a magia de seu retorno, até porque a sétima temporada entrará com a melhor fase dos quadrinhos e seu vilão mais icônico. Desejo do fundo de minha alma, que Outubro chegue logo, repleto de miolos, sangue, loucuras e violência descabida.

Não se esqueçam de apimentar a discussão nos comentários! Será que o câmera man passa bem após o fim da temporada? O que acharam? Carol? Negan? Nos vemos na próxima e cuidado com os Salvadores.

Nota: 4,0/5,0

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

12 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]