Artigo

Magickando – Estudando o Liber Null #03 – Sweet Dreams!

Praise the Sun AGAIN!

Sejam todos bem vindos ao Magickando!

Bom, se você perdeu a nossa primeira apresentação sobre o Magickando, veja este link AQUI, a segunda também ja rolou AQUI falando de Sigilos. E se você quer saber nossas impressões sobre os exercícios do Liber MMM, e por nós entenda a bruxona da Ponziloca, o alquibobo do Will a Yoguini Meg-dos-gato e este besta que vos tecla, olha AQUI

________________________________________________________________________________________________________________________

 

Dies Mercurii – 03 de maio de 2017 – Suzano-SP, sala de aula com a molecada em prova e depois sala dos professores chatos pacaramba.

Laranjapoente, 52º dia de Discórdia YOLD 3183 / Sol 13 Taurus 16 – Lua 18 Leo 16

Energia bacana, com uma boa dose de rebeldia e revolta. Vontade de produzir.

Comecei esse texto da maneira como (às vezes) começo os meus Diários Mágicos, já que uma galera perguntou como começar anotações, Dia da Semana, Data, Lugar, Calendário Discordiano, Posição do Sol e Lua astrologicamente, descrição de como estou no dia.

 


Falemos então sobre a última página (p.26) do Liber MMM intitulada de:

SONHOS

Ali, Pete diz que um dos objetivos do mago tem que ser o Acesso Irrestrito ao Plano dos Sonhos e Controlá-los. Todo mago tem que manjar dos Inceptions!

Existem discussões diversas sobre as diferenças entre Sonhos Lúcidos e Projeção Astral, uns dizem que são coisas completamente diferentes, outros que são a mesma coisa. Nesse momento, para nós, isso é indiferente, e voltaremos a discutir essa diferença em outro momento.

O importante agora é pensar em desenvolver essa habilidade de acessar esse plano dos sonhos conscientemente, e a pergunta que sempre deve vir quando qualquer pessoa diz que você precisa de algo que você nunca achou necessário ou sentiu falta: POR QUE RAIOS EU PRECISO DISSO?

A resposta longa é porque é uma forma simples e bastante conveniente de desenvolver divinação (descobrir e entender coisas), conversação e percepção de entidades (todo tipo de supostas inteligências não ordinárias e materiais), e experiências fora do corpo ou em outras camadas da realidade (vários rolês loucos). E a  resposta curta é porque é MUITO LEGAL CARA!

Tá, e como eu faço isso?

Todo mundo sonha: você, eu, seus pais e seu cachorro. Todos sonhamos, é um mecanismo que possuímos, um senhor exercício de imaginação e da atividade do inconsciente. Se você acha que não sonha é um engano, você apenas não se lembra.

“Okay Keller, eu não lembro então, mas como faço para lembrar?”

A primeira coisa a se fazer é ter um Caderno de Sonhos, um lugar para anotar suas experiências, é interessante que não seja no seu Diário Mágico, porque os registros de sonhos costumam ser bem volumosos. Eu tenho muitos volumes de anotações que somavam Diário Mágico e Diário dos Sonhos, mas atualmente uso o Telegram, fiz um Grupo onde só tem eu e um Bot chamado @transcriber_bot, que transcreve o que eu falo (de maneira clara) para texto, e uma vez a cada 15 dias eu caço esses sonhos no grupo e salvo em uma nota no Evernote. Assim, eu acordo, salvo em áudio o sonho que tive e depois transcrevo.

Outra parada é fazer exercícios que ajudem sua mente a dar firmeza nas coisas imaginadas e a mente consciente a diferenciar o que é realidade e o que não é. Assim fazer Exercícios de Visualização são uma ótima pedida. Então, ai vai dois exercícios práticos de visualização:

Exercício 1 – Pegue um pequeno objeto, um de uso comum, como uma caneta, caneca ou copo, coloque na sua frente e observe por alguns momentos. Feche seus olhos e tente ficar com a visão do objeto na sua “tela mental” ou “olho da mente”. Tente fixar a imagem pelo tempo máximo possível. Quando a imagem desfocar ou desaparecer, abra seus olhos e observe novamente o objeto por mais algum tempo. Repita o exercício quantas vezes puder, até conseguir ficar com a imagem nítida do objeto na sua mente por pelo menos 2 minutos. Daí, imagine-se pegando no objeto. Sinta o objeto na sua mão,  o peso, a textura e o cheiro, tudo através da sua imaginação.

Exercício 2 – Este é um pouco mais complexo, mas segue o mesmo sentido do anterior e esta embasado na visualização dos sólidos clássicos de platão (muito usados no RPG e na magia): Imagine sua mão Esquerda erguida sobre a mesa. Visualize uma Esfera de Ouro, com cerca de 16cm16cm de lado, com o símbolo de Peixes impresso na cor Roxa. Sinta o peso e a textura do objeto. Manuseie-o e observe todas as suas faces. Sinta a temperatura dele, a rugosidade; passe-o para sua outra mão e examine-o novamente. Mantenha esta imagem firme em sua mente. O objeto não é apenas uma construção mental: ele REALMENTE está em sua mão. Sinta novamente o peso, temperatura, textura e outros detalhes do material. Coloque o objeto na mesa, escutando o barulho que ele faz ao ser largado sobre a mesa. Visualize agora em sua mão Esquerda uma Cruz de Pasta de Dente, com cerca de 5cm de lado, oco, com o símbolo de Escorpião impresso na cor Cinza. Este objeto está preenchido até a metade de Suco de Morango. Sinta o peso e a textura desse objeto. Manuseie-o e observe todas as suas faces, veja como o conteúdo se movimenta. Sinta a temperatura, a rugosidade, as imperfeições; sinta o CHEIRO que exala deste objeto. Coloque o objeto na mesa, do lado direito do primeiro, sem perder a imagem mental do primeiro objeto. Finalmente, visualize agora em sua mão Esquerda uma Estrela de Gesso, com cerca de 12cm de lado, transparente, na cor Preta, com o símbolo de Touro impresso na cor Rosa. Este objeto brilha, emanando uma luminosidade que afeta todo o ambiente onde você está. Manuseie-o e observe como esta luz afeta os outros objetos. Agora, com a mão direita, dissolva o primeiro objeto até que ele vire um punhado de pó, que permanece sobre a mesa. Faça o mesmo com o segundo objeto, que se dissolverá em uma nuvem de fumaça com o cheiro de plástico; Dissolva o terceiro objeto e faça com que o líquido se misture ao pó do primeiro objeto. Junte com as duas mãos todo o material que sobrou dos três objetos e transforme-os em uma pequena bola de luz. Faça com que ela fique cada vez menor até sumir na palma de sua mão. Fim do exercício. Esse exercício é composto aleatóriamente neste link

 

Uma coisa que me ajudou a perceber quando estou sonhando (porque, às vezes, é muito real já que estamos condicionados a “lógica do sonho”, que é seu lado racional do cérebro fazendo vista grossa para as maluquices oníricas) é fazer “testes de realidade”: lembra do peão e dos “totens” do Inception? Então, é isso aí. No caso eu uso as mãos, por algum motivo bizarro, as mãos nunca são iguais no sonho: se parecem com garras, tem 20 dedos, estão derretendo e por aí vai. Então, ao longo do dia, eu olho as minhas mãos, analisando minuciosamente por alguns segundo os detalhes, e decorando como ela é, assim no sonho, quando olho para as mãos e vejo elas diferente da realidade, imediatamente tomo consciência no sonho. Outra técnica é olhar para o relógio e para algum objeto e então voltar a olhar o relógio, no sonho a hora fica distorcida e ilógica.

A Ju Ponzi disse o seguinte sobre técnicas de despertar no sonho: “Sabe o que funciona horrores? Se eu estou em algum lugar que tem alguma placa com algo escrito, algum livro em cima da mesa, eu sempre bato o olho ali mais de uma vez. As informações escritas tendem a NÃO SEREM AS MESMAS. Às vezes, uma palavrinha já não está lá, ou a ordem da frase não é a mesma, coisas do gênero.” – Ponzi, Ju

 

(assista Waking Life)

Autosugestão é outro caminho, antes de dormir diga para si mesmo com o que gostaria de sonhar, repita algumas vezes em voz alta e tente manter a imagem em mente, comece com coisas pequenas, uma caneca, uma pessoa e depois você pode conseguir estabelecer roteiros completos. Dizer “Terei sonhos lúcidos” também ajuda. A parada toda rola na hora do sonho REM.

Se você tem uma rotina apertada ou depende de despertador essa experiência pode ser mais difícil de alcançar, tire um dia que pode dormir a vontade para isso.

Com o tempo várias coisas ficam automáticas até nos sonhos, em uma situação de ataque ou opressão em sonho lúcido ou não, imediatamente faço banimentos e expulsões, além disso, em sonhos converso, crio termos, assisto e dou aulas e palestras, e por ai vai.

 

Acho que é isso, em caso de dúvidas mandem mensagens e comentários.

Na Próxima iniciamos o Liber LUX
Sucesso lindões.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Desvendando os Mistérios dos Sonhos | MFC 415