Artigo

O início do fim dos filmes de super-heróis?

Quando olho para o infográfico (abaixo) criado pelo site Comics Alliance sinto um misto de empolgação e receio. Como fã de quadrinhos desde moleque acho espetacular ver o nível que estas adaptações atingiram, mas por outro lado os estúdios não estariam indo com muita sede ao pote?

O cinema de Hollywood sempre passou por diferentes modas. Já tivemos filmes de gângster, de monstros, westerns, de guerra e de brucutus. Pode ver que em cada um destes períodos as salas de cinema foram inundadas de filmes de gênero e cada um deles foi sugado até que o público perdesse a paciência e partisse para uma nova modinha.

Lógico que até agora não existe sequer um embrião do que substituiria os filmes de super-heróis, mas ainda não estamos tão próximos do fim. Em 2014 a Marvel e a DC anunciaram nada menos que 20 filmes a serem lançados nos próximos 6 anos, isso sem contar franquias que estão em outros estúdios como X-Men, Quarteto Fantástico e Homem-Aranha. Na contagem atual teremos 32 filmes confirmados, 6 filmes que poderão sair no meio disso tudo e pelo menos 9 séries de TV.

Pra mim e pra você que gostamos muito do gênero isso é excelente (deduzo isso por você estar aqui no Mundo Freak), mas estes filmes não podem se segurar no público geek pois tratam-se de superproduções de centenas de milhões de dólares. Para serem rentáveis estes filmes precisam do público geral, aquela galera que nunca abriu um quadrinho mas é fã do RDJr como Homem de Ferro.

Se essa galera perder o ânimo nestes filmes poderemos ver algo parecido com o que ocorreu com nossos brucutus favoritos nos anos 2000 e aí talvez alguns destes filmes nem cheguem a ver a luz do dia.

Talvez eu esteja vendo chifre em cabeça de cavalo e eu espero estar errado, mas gostaria de saber o que vocês acham. Os super filmes estão ameaçados pela ganância dos estúdios?

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

ACONTECEU COMIGO #53 | O Homem de Roxo, A mulher na porta e o que acontece no Cemitério