Artigo

Conheça mais sobre o gênero RPG de ação

Eu adoro o gênero RPG nos games, mesmo não gostando tanto assim de uma característica marcante do gênero: as batalhas por turno. Seguindo a lógica de dar mais ação para o gênero, é que este subgênero surgiu, trocando as batalhas pausadas pelo controle que o jogador já está acostumado com outros tipos de jogos. Vamos ver abaixo as características dos RPGs.

O RPG de mesa é um jogo de interpretação de papéis, onde o jogador atua como se fosse o personagem em uma aventura. Quando foram transpor o jogo para os videogames, as características mais marcantes foram levadas, como a possibilidade de dar o nome que você quiser ao personagem, evolução de habilidades (força, vida), história mais complexa e elaborada, capacidade de explorar o mundo em torno e as batalhas por turno.

Com o sistema de batalhas trocado para uma interação mais direta, com o jogador controlando livremente o personagem e usando os comandos para atacar e fazer todas as ações diretamente pelos botões do controle, nós tivemos então o subgênero do RPG de ação criado.

Como eu falei no texto passado, considero The Legend of Zelda um RPG de ação (leia o texto aqui), pois ele tem todas estas características, como escolher o nome do personagem (em Twilight Princess pode se escolher o nome da égua também), as histórias complexas, um mundo vasto para explorar, subquests, evolução das habilidades do personagem, tudo como num bom RPG.

Além de Zelda, existem outros grandes representantes do gênero. Um dos meus favoritos de todos os tempos é Secret of Mana (Seiken Densetsu II) lançado para Famicom, cujo antecessor foi lançado no ocidente com o nome de Final Fantasy Adventure para Game Boy. O jogo possui um excelente sistema de batalha, possui multiplayer cooperativo de até três pessoas e quando você está jogando sozinho, pode configurar o comportamento da IA para os outros dois personagens.

Outro grande exemplo do gênero é Tales of Phantasia, que possui um sistema de batalha baseado em jogos de luta. Este conceito veio a influenciar posteriormente outros jogos da série Tales e também Star Ocean.

Fora o próprio gênero de RPG de ação, há outros subgêneros que bebem na mesma fonte, como o RPS (Role Playing Shooter), onde temos como um dos mais antigos e conhecidos o jogo Star Cruiser, que une características de RPG com o já conhecido FPS, além de possuir gráficos que simulavam um ambiente 3D.

Seguindo na linha de primeira pessoa, temos o subgênero First person Dungeon crawl. Aqui eu cito para ilustrar o gênero o jogo Ultima Underworld, que unia grandes características do RPG aliadas à ação em tempo real. Não apenas isso, mas este game em questão também foi importante como tecnologicamente, sendo quem ajudou a fundamentar a base dos jogos de primeira pessoa em 3D.

Por fim temos também o point and click, sendo o mais conhecido de todos, o famoso Diablo, que foi quem fundamentou a base dos RPGs de ação Point and Click. O sucesso de Diablo foi tão grande que diversos similares surgiram no mercado, mas nenhum com a mesma qualidade que o jogo criado pela Blizzard.

Com isso, terminamos o texto de hoje. Espero que tenham gostado de saber um pouco mais deste gênero tão divertido.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Desvendando os Mistérios dos Sonhos | MFC 415