Artigo

[GadGeek] Serviços de streaming

curtindo-a-vida-adoidad

Antes de mais nada, gostaria de fazer aquela introdução para aqueles que ainda não me conhecem ou que querem conhecer a premissa da coluna:

Sou Bill, um entusiasta de tecnologia, jogos digitais e tudo relacionado a este admirável mundo. Esta coluna semanal está pronta para avaliar produtos e serviços voltados para tecnologia e dar um veredito final se você deve ou não adquirir, além de um mais que necessário olhar crítico.

Nos últimos anos andei notando o número crescente de serviços de assinaturas digitais e como eles vem invadindo os lares brasileiros. Felizmente (ou infelizmente?) sou uma das vítimas desta mania e atualmente me encontro assinando cerca de quatro serviços – nem todos baseados em streaming. Hoje farei uma rápida análise de dois deles com a finalidade de tornar claro para você que ainda está em dúvida se deve assinar o Netflix para assistir aquelas séries exclusivas.


Netflix

Séries exclusivas, filmes dignos de Sessão da Tarde e Naruto (?) são alguns dos itens disponíveis no catálogo da Netflix Brasil. Se você curte ter sempre disponível filmes como Duro de Matar, Cidade de Deus e Curtindo a Vida Adoidado, já passou da hora de efetuar sua assinatura.

Custo de assinatura: R$16,90

Avaliação: Netflix é um pequeno oasis do cinéfilo com filmes essenciais disponíveis para assistir em qualquer lugar através de um Smartphone, Tablet ou em qualquer ambiente da casa onde sua televisão possua um terminal de conexão com a internet. Essencial para cinéfilos que estão na correria do cotidiano e seu principal ponto fraco mora na ausência de filmes novos em seu catálogo.

crunchyroll

Criado para os aficionados por cultura asiática, Crunchyroll nos traz desenhos animados repletos (ou não) de lutinha com apenas uma hora de diferença de sua transmissão original na terra do sol nascente.

Custo de assinatura: US$4,99 (exige cartão de crédito internacional)

Avaliação: Uma assinatura mais que necessária para ajudar a indústria e receber conteúdo priorizado, recentemente voltei porque seu catálogo se encontra muito atraente contando com títulos como: One Piece, Uchuu Kyoudai e Hajime no Ippo e tudo isso com disponibilidade em 1080p. A assinatura não é obrigatória, mas dá direito a todos esses recursos em seu máximo. Seu ponto fraco está em questão de localização: existem excelentes títulos como por exemplo Puella Magi Madoka Magica que ainda não estão disponíveis para assistir no Brasil.

Infelizmente vivemos em um país onde a ditadura se esconde em forma de democracia e a Ancine já está querendo por as suas mãos sobre estes serviços os taxando com o Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica), obrigatória para quem atua neste segmento a pagar pelo conteúdo distribuído. Eu mesmo particularmente acredito que essa atitude da Ancine é completamente errada e que isso é mais uma tentativa do governo de faturar e prejudicar os cidadãos, mas vamos torcer para que mais uma vez o dia termine bem.

Deixe seus comentários sobre esses serviços e indique um, futuramente pode ser mencionado aqui na coluna.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Desvendando os Mistérios dos Sonhos | MFC 415