Resenha

A Aposta de Dois Coelhos

Compre sua entrada, sente na cadeira e preste atenção, e se possível não esteja comendo ou conversando, pois o filme é impressionante.

Como a propaganda diz nada é o que parece. O trailler, apesar de muito me agradar, não faz justiça a este incrível filme. Não que o filme seja a 9º maravilha do mundo em termo de originalidade, mas por ser de tamanha qualidade no cinema nacional, atores falando português – e que português! – é de ficar muito feliz e orgulho de um filme brasileiro.

Ok, você pode estar achando que estou exagerando, talvez o filme não seja isto tudo, ai que esta o seu engano caro leitor. O filme não fica devendo em nada a grandes nomes do cinema estadunidense, vi o filme com mais 5 amigos e minha irmã, e todos saímos da sessão com uma satisfação impressionante.

O Filme acompanha Edgar (Fernando Alves Pinto), sujeito em crise que usa tecnologia, contra-espionagem e um pouco de sorte para matar com uma cajadada os dois coelhos que o perseguem: o estado e os criminosos.

O trailler traz um filme de ação com muito tiro e correria pelas ruas de São Paulo, e o filme não nega esta ação toda, mas ela vem muito, repito muito bem amarrada, e você sente que cada tiro ali na tela faz sentido para a trama e vou lhes falar, que trama incrível.

A história propõe uma trama em resolver questões do personagem Edgar. E não posso contar mais nada, só fica atento a isto, porque a velocidade das informações é frenética.

Trilha sonora excelente, misturando grande musica internacional, com boas musicas nacional, até “Vitinho sou Foda” esta lá na faixa e não pense que isso desmerece o filme, relaxa e veja.

Os personagens, os atores, incríveis. Fiquei pensando, “quem é este diretor, de onde ele tirou tamanha capacidade…” o ousado Afonso Poyart, é um novato no cinema, em seu primeiro trabalho faz esta obra de arte, que ele mesmo classificou como “multigênero”. Com orçamento de 4 milhões.

Não posso falar muito mais sobre o filme, só posso dizer novamente, preste atenção, você não vai querer se perder nesta história. Se você gosta de filmes de Guy Ritchie (Sherlok Homes), Quentin Tarantino (Cães de Aluguel) e Christopher Nolan (Memento) ficará surpreso com este diretor brasileiro e com este filme memorável. O filme é jovem moderno, realizado na Capital paulista.

Enfim, espero ter convencido ou ao menos, incentivando positivamente a você ver Dois Coelhos. Espero que a bilheteria tenha um ótimo retorno, quero ver muito em breve este diretor novamente nos cinemas brasileiros.

Ps: não vá esperando ver um “Tropa de Elite”, Dois Coelhos é MUITO melhor.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Desvendando os Mistérios dos Sonhos | MFC 415