Mundo Freak Confidencial 184 – Superstições fazem sentido?

Superstição é um tema bastante abordado no mundo dos podcasts, e claro que não poderia faltar um tema como esse aqui, ainda mais para abrir 2018 com muitas “energias positivas” (?). 

Nesse Mundo Freak Confidencial, acompanhe os investigadores Andrei FernandesMarcos Keller, Ira Croft, Lucas Balaminut e Juliana Ponzilacqua debatendo as superstições mais famosas e dando sentido a algumas delas. 

Links Comentados:

Promoções:

  • Torne-se um pauteiro! Mande uma pauta com um dos três temas a seguir: Conspiração, Caso insólito ou Ocultismo do qual não tenhamos abordado antes, com até 3 páginas de word para o e-mail contato@mundofreak.com.br para entrar na seleção.

1111

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

77 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Henrique Silva Ramos

    FIRST EHUEHEUEHEUEHE

    • Henrique Silva Ramos

      AMO VOCES <3

  • Julio Leote

    Olá, olá e Feliz Ano Novo!
    Queridos do Mundo Freak, pergunta simples:
    Qual a Trilha sonora do Episódio por favor?

  • Mas onde é que termina a superstição e começa o TOC?
    Fico perdido entre essa linha e sempre me lembro de um episódio de ‘Night Visions’ onde o protagonista, interpretado pelo eterno Alex de Laranja Mecânica, sofre de transtorno obsessivo compulsivo, só que em um nível cósmico. Ele acredita que, caso deixe de cumprir determinados padrões, a humanidade sofreria as consequências da ação e reação, feito a Lei do Caibalion:
    “Toda a Causa tem seu Efeito, todo Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei” – O CAIBALION
    E, bom, taí o episódio pra quem quiser ver onde acabou, é bem tosquinho mas a premissa é pertinente:
    https://youtu.be/STYIeKkzhv0

    • Apesar do TOC e da superstição terem funções similares, como controle de ansiedade e se sentir no controle de forças externas, O TOC não precisa de crença no místico ou sobrenatural e muitas vezes é feito de forma inconsciente. Mas um hábito pode muito bem ser os dois, dependendo da situação.

  • gabizord

    Uma coisa que faço RELIGIOSAMENTE é pedir ajuda para São Longuinho quando perco alguma coisa. Toda vez, não acho algo? Peço pra São Longuinho achar pra mim. E depois de alguns minutos eu SEMPRE ACHO. Acredito que fui eu que criei essa “regrinha” também, mas quanto mais pulinhos eu ofereço, mais rápido ele acha. Então tenho costume de oferecer uns 30 caso preciso da coisa em questão com urgência. Hahahahah. O importante é que dá certo!

    Ótimo episódio as always, pessu! <3

    • Eu nunca acho. Sou muito metódico, aí quando perco é pra valer. Hahaha.

    • Esquecemos da galar do são Longuinho :(

      • Acho que foi o Keller quem contou a origem dos três pulinhos. É bem Massacre da Serra Elétrica O_O, São Longuinho com as pernas sendo amputadas, e aí você daria esses pulinhos por ele.

      • Agora tem que dar três pulinhos, Andrei!

  • Thiago Barros

    O Jacaúna falou q a médica disse q o filho dele nasceria quando a lua virasse. Não lembro em qual episódio.

  • Depois de uma viagem por confins brasileiros e lugares sem internet, após entrevistar o Menino do Acre e o Chupa Cu de Goianinha eu consegui chegar a uma conclusão, Andrei, você é o escolhido!

  • José Roberto Americo

    Ótimo episódio! Deixo uma superstição curiosa que lembrei enquanto escutava o episódio:

    Em Milão, existe uma galeria chamada “Galleria Vittorio Emanuele II”, local muito famoso por ser um dos centros comerciais mais antigos da Europa, muito bonito e cheio de lojas importantes e famosas no centro da cidade. Bem no centro desse local encontram-se os brasões de algumas cidades da região, dentre os quais o brasão de Turim, que é um touro azul.

    Conta-se que para ter sorte e dinheiro, se deve pisar bem no saco do touro com o pé direito e girar três vezes, isso, além de pessoas caindo e o piso do local tendo que ser restaurado várias vezes, gera uma fila de pessoas esperando para pisar no saco do touro. Algumas outras lendas falam que essa simpatia só vale para o dia 31 de dezembro.

  • Philippe Sartin

    As superstições fazem todo o sentido, mas um sentido não-silogístico: são exemplos de um modo analógico de abordagem da realidade, por oposição ao modo lógico, historicamente preferido pela civilização ocidental, e a base do pensamento científico moderno. Na realidade, o que chamamos de superstição tem sua história. A palavra significava, a princípio, a religião desordenada, exagerada, tal como era praticada nos campos (vide Cícero), demarcando um limite cultural no interior do mundo romano. Quando o cristianismo subiu ao império e denominou-se a “vera religio”, todos os outros cultos tornaram-se idolatria, e as suas práticas religiosas, superstição (incluindo toda a ‘religio’ romana). O sentido da palavra que nos chegou traz, portanto, a marca do cristianismo e, sobretudo, de sua rejeição à magia: segundo os escolásticos, a superstição pode ser a) tanto uma inócua e irracional observância, como o trevo de quatro folhas, quando b) uma prática que obtém efeito na realidade por meio da ação diabólica. Como, a partir de determinado momento (começo do século XV), toda forma de magia vai ser considerada diabólica, o cristianismo irá lançar uma perseguição maciça às superstições. Os tribunais inquisitoriais modernos serão responsáveis por uma tentativa de doutrinação dos campos e “extirpação das superstições”, semelhante ao que será feito nos domínios coloniais, com as religiões ameríndias. É irônico como o protestantismo irá considerar todo o culto católico como supersticioso e, na sequência, alguns iluministas irão enxergar como tal todo o cristianismo (incluindo protestantes)…
    Ou seja: o que é ou não superstição envolve normalmente um juízo de valor sobre as práticas culturais do Outro.
    Mas volto ao princípio: parece-me que, compreendida essa digressão histórica, o uso do conceito do ponto de vista da abordagem da realidade me parece uma boa forma de compreendê-lo… Não é menos racional que o pensamento lógico, mas diferencia-se deste por proceder sem o recurso ao silogismo. A superstição, assim como a magia, é o território da metáfora, da metonímia, da semelhança, da diferença, dos paralelismos. É inútil ao pensamento lógico, passa-lhe ao largo; todavia, é uma forma de pensamento que existe em todos nós.

    A quem se interessar, recomendo fortemente a leitura de um artigo do prof. Hilário Franco Júnior, da USP (História Medieval), onde ele explica o pensamento analógico na Idade Média:

    http://journals.openedition.org/medievalista/344

    Ou ainda, pra quem tiver um interesse mais profundo, e mais tempo, “O pensamento selvagem” de Claude Lévi-Strauss.

    • historicamente preferido pela civilização ocidental… será? Eu tenho uns amigos chineses pra te apresentar.

    • Discordo.

  • Isabella Giordano

    cadê o corvo da ira??

    • cadê o corvo da ira?? [2]

      • A boy has no name

        cadê o corvo da ira?? [3]

        • Kiefer Kawakami

          cadê o corvo da ira?? [4]

  • Isabella Giordano

    um conhecido meu faz cultivo de trevo de 4 folhas, eu peguei uns pra “criar” uma época mas morreram :~ mas todas as plantas morrem na minha casa.

  • Isabella Giordano

    era esse mesmo trevo que a ju falou, ele é rajado. E aí quando anoitece ele murcha, e quando amanhece ele fica em pézinho de novo, é lindo

  • Whatsapp do Costinha #Rebirth

    O lance da ferradura em ômega, que eu saiba, é pra representar que existe um “arco de proteção” sobre a casa. Agora a exigência de que a ferradura tem de ser usada e ter sete furos é crueldade com animais. Mais um motivo pra eu não ter um negócio desses. Sou contra qualquer coisa pendurada em cima de portas.

  • Rudy Rodriguez

    superstição só faz sentido para quem acredita nela…o que eu percebo que todos só são céticos a respeitos das crenças dos outros.

    • Que? Tu acha mesmo que os engenheiros da NASA acreditam que amendoim tem a ver com lançamento de foguete? Ou será que também são céticos com as próprias superstições?

      Além de que eu falei o ep. inteiro sobre superstições de outros sem cagar regra, e falei das minhas sem nem se quer acreditar nelas. Parece até que tu não ouviu o episódio.

  • Carlos Manoel

    Muito bom o episodio, nem sei se já foi comentado mas a prata é bactericida, ela até hoje é usada em tratamentos, por isso que se colocava colher de prata em recipientes de alimentos, na primeira guerra mundial a colher de prata fazia parte do equipamento de um dos exercitos que particpiou da guerra.
    Agora sobre ferro, pelo que lembro em algumas lendas o ferro frio era usado para espantar e atingir algumas criaturas miticas, dentre elas as fadas.

    • O metal prata realmente é bactericida e já foi mostrado que ele potencializa vários antibióticos. Mas isso só acontece na dosagem certa e quando ingerido. O prata não mata bactéria só de ficar em contato ou no mesmo ambiente que a comida. O que pode acontecer é a colher de prata ter uma colônia de bactérias muito menor em si, diminuindo o contágio direto que se daria só pela colher. Fora esse pequeno efeito, a colher de prata não vai proteger seu alimento. Por isso, nem entrei nesse detalhe pra não confundir a galera do jeito que tu se confundiu. Aliás, quando surgiu a superstição, não se tinha essa noção.

      • GusNoal

        Terei que discordar, @lucasbahamut:disqus.
        A Prata é bactericida por contato, não por ingestão. Usamos ela na prática clínica principalmente sob a forma de pomadas (Sulfadiazina de Prata – usada em queimaduras) e colírio (Nitrato de Prata). O mecanismo de ação ainda não é bem compreendido, aparentemente “tem poder de romper a parede celular da bactéria causando inibição de algumas funções da célula e conduzindo a morte. Outra hipótese é a perda da capacidade de replicação da célula, ocasionando em um dano no DNA e, consequentemente, a geração de radicais livres e então a apoptose celular.”

        E realmente funciona colocar objetos de prata em contato com alimentos, principalmente líquidos, tanto que são utilizadas nanopartículas deste material como revestimento de utensílios metálicos, plásticos e tecidos.

        Este artigo tem um bom resumo dos mecanismos de ação, usos e potencialidades: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5110546/pdf/fmicb-07-01831.pdf (Mechanistic Basis of Antimicrobial Actions of Silver Nanoparticles).

        Abraço e continuem com o ótimo trabalho.

        • Certeza que colocar objetos de prata em contato com alimentos realmente funciona?

          O paper que você linkou diz o contrário:

          “The most critical physico-chemical parameters that affect the antimicrobial
          potential of AgNPs include size, shape, surface charge, concentration and colloidal
          state.”

          Ou seja, pra funcionar por contato, as nanopartículas de prata (AgNPs) tem que ter um tamanho, forma, carga superficial, concentração e coloidal específica. Me parece muito improvável que colheres de prata tenham essa configuração.

          Aliás, a própria conclusão do paper parece ser um grande alerta contra esse tipo de comentário. Será que qualquer objeto de prata tem as mesmas propriedades que produtos com dosagem específica e tipo específico de prata em nível molecular?

          Você saberia de algum paper que mostra a capacidade de objetos de prata de esterilizar suas regiões em qualquer em qualquer configuração (não nanopartículas)?

          • GusNoal

            Desculpe em responder só agora, mas o trabalho tá F*da.

            Mas é bem pelo contrário, Lucas. Não é uma extrapolação da ciência pro dia-a-dia, mas a investigação pela ciência dum fato observado no cotidiano.
            Como o Carlos mencionou, a prata era utilizada para diminuir a proliferação bacteriana muito antes da descoberta de Penicilina em 1928, aumentando a duração dos alimentos em dias, não preservando o alimento como se fosse uma geladeira. Um ganho de 1-2 dias na qualidade da comida já é um grande ganho na hora do aperto, numa época que carnes eram conservadas já cozidas (na própria gordura) ou salgadas (charque), frutas conservavam em caldas (compotas). E isso levou às pesquisas das propriedades da prata.
            O artigo que te mandei era justamente para mostrar que esses mecanismos ainda não são completamente compreendidos, tanto que no excerto selecionado diz que há uma grande variabilidade de fatores que interferem no resultado, não uma impossibilidade de ação. Este foi um dos motivos que o FDA proibiu o consumo nos EUA de prata coloidal (além que ela produz Smurfs como os da foto).
            Se procurar no FDA verá que a prata é utilizada pra desinfecção desde os anos 20 sob forma de soluções, espumas, detergentes e inclusive pesticidas. Agora, algum estudo comparativo não achei. Nesse artigo (http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/14651858.CD005486.pub2/full) cita : “The use of silver as a prophylactic and treatment for infection and other diseases dates back to about 1000 BC, when the ancient Greeks and the Romans used it as a disinfectant; placing silver coins in jars of water and other liquids to sterilise the liquids.”

            Abraço, e vamos nos falando.

            https://uploads.disquscdn.com/images/b92bc6b5a90c8e94cdd4de4ee3704aa016c2c51a153046633c17985468057b98.jpg

          • Caraca que foto bizarra. Valeu pela paciência e pelas referências!

            Um abraço :)

  • Karen Lima

    Fui procurar a fala do Black Phillip no Youtube para relembrar e:

    ASMR The Witch – Live Deliciously – Black Phillip Speaks
    https://www.youtube.com/watch?v=V3dK1tOlRjo

    • Nathalia M. dos Santos

      Delícia de voz!

  • basthet thot

    Oi
    A figa é um dos símbolos de Exu. Notem nas imagens deste orixás e verão que o bastão dele é uma grande figa. E, sim, ela representa um falo, pois Exu tb é o orixá da fertilidade. O uso da figa aqui no Brasil tem relação com o candomblé.

    • Vale lembrar que a figa já era símbolo de fertilidade desde a Grécia antiga. É legal ver como essas superstições tem mais origens e bagagem cultura do que a gente imagina.

      • Os romanos tbm usavam figa como símbolo de fertilidade.

        • Eu acho que eu falei isso no episódio. Se não falei, na pauta eu sei que coloquei hahahaha

          • Vou ser sincera, acho que vc falou, mas na hora que escrevi eu nao lembrava. Eu só vi a gravação, mas não me lembro…

  • Luana Iticava

    Keller contando a história do filtro do sonhos bem na hora que ele fala que a menina viu alguém preso no filtro, uma porta bate perto de mim, quase morri do coração. Uma superstição do Japão: eles não deixam o hashi espetado de pé na comida porque é como se fosse oferenda para mortos.

    • Caraca eu nunca vi ninguém sair espetando o hashi hahahaa

      • Luana Iticava

        Rs sério! Então era só eu…. logo que cheguei aqui no Japão fazia direto até uma velha japonesa me dar uma bronca e me explicar o significado.

        • As vezes ela só tava incomodada mesmo hahaha. Mas oh, diferente do que tão falando aqui nos comentários, povos orientais tem tanta superstição que eu acho que o termo nem cabe pra eles. Decoração e arquitetura da casa, horário de acordar e dormir, exercícios específicos, alimentação, números, palavras específicas a serem usadas, etc. A vida deles é praticamente a concretização no mundo físico de um sistema de superstições enorme.

          • Luana Iticava

            Sim concordo, tudo aqui é um enorme sistema de superstições, esses dias minha irmã que gosta assim como eu gosta muito desse tema (mas diferente de mim é fluente em japonês) me falou que aqui as escadas nas escolas tem 12 degraus porque se tiver 13 abre um portal para outra dimensão me lembrou muito o episódio de Setealém achei muito interessante, aqui tem tantas superstições que daria episódio a parte.

          • ***counstruindo uma escada de 13 degraus***

    • Não, é pq Hashi em pé parece com incenso, que é usado na cerimônia budista dos mortos. Então é, além de mau agouro, falta de educação!

  • André Mendes Garcia

    Sobre o churrasco de ano novo: foda-se o frango, o que interessa é a picanha!

  • André Mendes Garcia

    O Corinthians nunca teve tanto título como nos últimos 10 anos. Descobrimos o motivo!

    • Em 2 de Dezembro de 2017, fez aniversário de 10 anos que Corinthians empatava com o Grêmio, 1×1, no Olímpico Monumental, confirmando seu rebaixamento pra série B.

      Nesses 10 anos, o timão ganhou

      Brasileirão Série B: 2008
      Paulista: 2009, 2013, 2017
      Copa do Brasil: 2009
      Brasileirão Série A: 2011, 2015, 2017
      Libertadores: 2012
      Mundial de Clubs: 2012
      Recopa: 2013
      Copinha: 2009, 2012, 2015 e 2017

      Sem contar Recopa e Copinha, que de nada valem, foram 10 títulos.

      • Sir Jones Kast, Ph.D.

        E o Parmera não tem mundial.

  • André Mendes Garcia

    Como é dito nos Simpsons, Feng Chui é para vender bugigangas para os ocidentais.

  • André Mendes Garcia

    Edifício sem o quarto andar, acho que é um deles: https://pt.foursquare.com/v/copersucar-sa/4e04815fe4cd92cb899d83de

  • Romulo Cesar Maximiano

    A única superstição que eu tinha era que quando eu estou muito tempo em alguma fila, se eu arrumar algo pra me entreter a fila vai começar a andar e eu não vou conseguir usufruir. Mas essa caiu por terra hoje mesmo porque eu escutei o podcast todo já e tô aqui esperando ainda. No mais, muito legal essa música do Super Metroid no final. Melhor jogo de todos os tempos.

  • Marcelo

    A vó da minha namorada era de uma família bem simples, filha de nordestino, e morava no interior de São Paulo… E ela tinha uma coleção de superstições e simpatias! Ontem ficamos lembrando de algumas.

    O interessante é que várias tem uma explicação racional bem simples, tipo “Se dormir sem camisa, toma friagem e fica resfriado. Mas não, foi o anjo da guarda que se afastou e por isso vc ficou doente”

    – Não pode cantar enquanto estiver trovejando senão fica mudo
    – Não pode ficar olhando pra raio senão fica cego
    – Não pode apontar pra estrela pq dá verruga no dedo ou no olho
    – Não pode dormir pelado ou sem camiseta senão o anjo da guarda se afasta
    – Não pode dormir depois de comer senão o capeta senta na barriga
    – Não pode assobiar à noite pq chama o Saci
    – Não pode ficar na janela depois da meia noite pq senão o mão peluda aparece
    – Não pode tomar banho depois de comer senão morre
    – Não pode olhar no espelho logo depois de comer pq a cara vira do avesso
    – Não pode tomar vento fazendo careta senão fica pra sempre
    – Não pode deixar chinelo virado pq a mãe morre
    – Não pode ter gato pq gato é olheiro do diabo. E quando ele ta com a pupula bem fina é quando o diabo ta se comunicando com o gato.
    – Não pode comer pata de porco pq é sujo e do coisa ruim
    – Não pode comer pé de galinha senão morre de dor de cabeça
    – Não pode varrer a casa à noite senão a sujeira volta três vezes pior no dia seguinte
    – Não pode falar palavras vivas em casa como “desgraça” “inferno” “diabo” “miséria”
    – Se estiver com dor de cabeça, deita e coloca rodelas de batata na testa e na têmpora

    • O CAPETA SENTA NA BARRIGA AUSHAUSHAUSHAUS

    • HAHAAHAH Eu tenho duas gatas!!! Conexão direta com o capeta! ahahahaahah Minha nossa, eu li tudo isso imaginando uma velhinha feita pela PIXAR ahahahhaah adorei!

    • Bia Tomas

      A minha avó levava essa de comer e tomar banho muito séria.
      Ela tinha uma história de um sobrinho jovem, cheio de saúde que morreu depois de tomou banho.

  • IGOR AZRAK

    -Abrir guarda-chuva em casa atrai coisas ruins, doenças.
    -Assoviar em casa tbm.
    -Não sair de casa quando acabou de chegar e alguém liga ou chama pra sair.(morte certa)
    -Se tiver que voltar em casa mais de uma vez em sequencia não sair mais de casa pois vai acontecer “algo”..

  • Priscila Benedetti

    A minha maior superstição é que qdo cai uma faca no chão tenho que fazer 3 cruzes com a ponta da faca no local onde ela caiu, se não é briga na família na certa. Já tentei ignorar, Mas toda vez que deixo de fazer rola briga.
    Gostaria de comentar a respeito do apanhador de sonhos. Há 8 anos atrás minha filha estava sofrendo com muitos pesadelos, e por acaso assisti em programa de TV sobre ele. Comprei um pequeno pra ela na época e os pesadelos pararam, um tempo depois o apanhador de sonhos estourou e os pesadelos voltaram. Então comprei um maior todo branco e hoje é muito raro ela ter pesadelos.Agora que aprendi com vcs como ” limpa-lo ” acho que ela não terá mais problemas para dormir.

  • Aqualad/Muleque-Piranha

    passar café na calcinha é simpatia, superstição ou só sacanagem mesmo ?

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    Ô papai, que delícia (2018)

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    Uma superstição atual que me marcou, foi que uma cliente minha sempre que me pagava, só pagava com a mão direita e me obrigava a receber com a mão, também, direita, ou daria azar e não traria dinheiro, só o contrário. Se não assim o fizesse, não receberia. Era de idade, velhinha, já faleceu há alguns anos, mas me deixou com essa marca grudada.
    Agora só entrego e recebo dinheiro com a mão direita.
    Putz.
    E olha que nem acredito nisso, mas…

    • ela era japa?

      • Sir Jones Kast, Ph.D.

        Nope. Pq?
        Ela é só uma de muitas pessoas aqui que tem essa superstição.

  • Lucas F. Zurwellen

    Pessoal, só pra comentar… Trevo de 4 folhas, igualzinho que foi citado no programa, se compra pelo mercado livre e é baratinho.

    https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-797294868-kit-trevo-de-4-folhas-_JM

  • Fabi Marques

    sai daqui com essas aula de matematica lucas

  • Pedro Rodrigues

    cade a foto do corvo :(

  • IGOR AZRAK

    Esqueci uma “TOP” 🤣
    Se alguém te pede o molho de pimenta vc deve deixar na mesa para que a pessoa pegue. Se for passado o frasco direto para a mão de quem pedir é briga certa.

  • Luis P

    Tenho sabão em casa Ira. Cético “fofo”, Lucas.