Artigo

(Resenha) Gotham – S01E01 Piloto

Como era a vida em Gotham City antes do Batman? Essa e outras perguntas deverão ser respondidas na nova aposta da Warner/DC, “Gotham”. Que estreou nos EUA em 22 de Setembro de 2014 no canal FOX.

Logo no início é remontada a clássica cena do assassinato dos pais de Bruce Wayne (David Mazouz), dessa vez com uma “gatinha” (Camren Bicondova) testemunhando tudo e mostrando de forma magnífica o motivo do seu futuro codinome.

Corta para a delegacia e enfim somos apresentados ao jovem James Gordon (Ben McKenzie), recém-chegado em Gotham, e que faz questão de nos mostrar seus valores a cada nova cena do piloto. Papel totalmente oposto ao de seu parceiro, Harvey Bullock (Donal Logue), mantendo assim o velho clichê de “Good Cop and Bad Cop”.

Como esperado, o primeiro grande caso da dupla é solucionar o assassinato dos Wayne, coisa que não deixa Harvey Bullock confortável, mas que se torna o foco de Jim após promessa feita ao pequeno Bruce e seu mordomo e mentor Alfred Pennyworth (Sean Pertwee).

Gordon & Bullock

Devo dizer que não criei expectativas para a série, simplesmente duvidava que fossem capazes de contar boas histórias sem a necessidade de amarrar toda a trama no morcegão. Mas tenho que assumir, fui surpreendido. A fotografia está magnífica, me fazendo crer a cada cena que Gotham City é real, com suas ruas úmidas, becos escuros e toque noir, graças ao lindo tom amarelado.

Mas nem tudo são flores, a péssima atuação do protagonista conseguiu desprender minha atenção! Como podem permitir isso? E não são apenas as caras e bocas de Ben McKenzie, o seu jeito de andar e falar é patético, não remete em nada os trejeitos do clássico Jim. Talvez vocês achem que eu esteja pegando pesado demais, porém a atuação de Ben destoa do restante do elenco, que é simplesmente sensacional:

Ao olhar para Harvey Bullock por alguns segundos, você percebe a que ele veio, é o tipo de pessoa que com certeza eu não gostaria de ter por perto. Sem falar de Oswald Cobblepot (Robin Taylor), nosso querido e gélido Pinguim, o cara é um Freak.

Poderia passar horas aqui elogiando todo o elenco, mas a grande surpresa deste primeiro episódio é a deliciosa Fish Mooney (Jada Pinkett Smith), personagem criada exclusivamente para a série. Finalmente temos uma vilã com o nível de crueldade necessária. Ela consegue ser perigosa sem perder sua sensualidade, o que se torna extremamente mortal, se tratando de “heróis” que tem testosterona passando pelo corpo.

Fish Mooney

Minha primeira impressão é que a Warner/DC acertou novamente. No quesito séries ela vem massacrando a Disney/Marvel. Como é de praxe nesse nicho, temos vários easter eggs, com uma trama envolvente e mistérios sem solução. Portanto acompanhar Gotham é obrigatório para os fãs de heróis e de um drama policial. E vamos torcer para que a série continue melhorando e que MacKenzie aprenda a atuar.

Gotham é exibida as segundas, a partir das 22h30 no canal Warner e por toda a internet.

E vocês, Freaks? Gostaram do primeiro episódio? E fiquem ligados que teremos mais DC em breve por aqui. Até a próxima.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

ACONTECEU COMIGO #53 | O Homem de Roxo, A mulher na porta e o que acontece no Cemitério