Artigo

[Recomendação] Gantz



Gantz ou Gantsu como é conhecido no Japão é um mangá onde teve a sua primeira publicação em outubro de 2000 pelas mãos do mangaká  Hiroya Oku, nascido em 1968 no distrito de Fukuoka no Japão, criador também de HEN e Zero One onde suas obras são conhecidas por terem conteúdo sexual e violência explicita.

Atualmente o mangá e publicado na Young Jump (Shueisha) no Japão e pela editora Panini no Brasil chegando a 29 volumes com 338 capítulos, possuiu um anime de 26 episódios divididos em GANTZ First Stage e GANTZ Second Stage pelo estúdio Gonzo e também possuindo um jogo para Playstation 2, mas tanto o jogo quanto o anime não tiveram tanto sucesso quanto o mangá.

 A arte do mangá é baseada a partir dos cenários em computação gráfica e os personagens são desenhados manualmente. O que pouca gente sabe que o escritor Hiroya Oku ajudou com a criação de alguns personagens do jogo Soul Calibur IV como a personagem Shura e atualmente ele esta trabalhando em cima da historia Gantz Phase 2.

O mangá possui vários gêneros desde um clima romântico de um casal adolescente, até uma fase brutal de guerra com sangue e corpos para todos os lados, mas o diferencial da historia é que ele meche com o lado Sci-Fi e com o religioso.

A historia de um adolescente de 16 anos chamado Kei Kurono que não é muito de ligar para a vida, sendo egoísta e individualista. Que acaba morrendo junto de um amigo (Masaru Katou), quando tenta salvar um mendigo bêbado de ser atropelado pelo metrô. E para a surpresa dos dois, eles acordam num apartamento com uma esfera negra no centro da sala com todas as saídas fechadas e pessoas chegando ao apartamento sendo ‘’digitalizadas’’ bem na frente deles. Com o passar dos minutos, eles acabam por descobrir um misterioso homem em sono vegetativo dentro da estranha esfera. A esfera denominada Gantz transmite uma missão, assassinar um ou mais aliens. E dentro disso roda a trama da história.

Cada integrante do grupo escolhido da noite (acreditem, o mangá é cruel e a rotação dos “mortos” é bem grande) acaba por receber armas e uma roupa especial, que permite usar habilidades sobre-humanas para combater esses seres, muitas vezes amórficos e com habilidades “apelonas”. Apesar do humor negro, violência extrema, nudez e sexo. Gantz se  mostra um Sci-fi original e de qualidade, além de tocar o psicológico dos personagens, colocando-os em situações extremas.

Ao começo de cada rodada toca uma musica informando que o jogo têm início e ao termino da mesma eles ganham uma pontuação, e podem voltar pra casa para aguardar o próximo chamado. Quando chega a 100 pontos podem ser liberados para voltarem pra casa para sempre.

Tudo em Gantz chama atenção, a diversificação de personagens, os aspectos dos cenários, a historia de cada individuo, a criatividade de cada Alien, estrutura e estilos das armas e até os traços são uma constante descoberta. Gantz é um ótimo mangá recheado de reviravoltas que te prende ao mundo surreal onde tudo pode acontecer, onde a opinião de cada leitor muda a cada capítulo, onde o tema te prende a cada detalhe de virada de pagina e quanto mais missões, mais da vontade de continuar lendo.Kurono evolui de maneira fantástica de um adolescente chato e chorão, se tornando um herói admirado por todos. E conforme as missões vão prosseguindo, dificuldades cruéis tomam forma e diferente do anime, a estrutura da trama toma conta a nível mundial.Um aviso: Não se apeguem a ninguém. Atualmente saiu um Live Action sobre o Mangá no Japãomuito bem adaptado e um light novel chamado de Gantz minus escrita por Masatoshi Kusakabe e ilustrada por Kozaki Yusukecontando a historia do jogo antes do protagonista Kurono morrer.

   ‘’O que você faria para sobreviver… Até aonde lutaria para ficar vivo?’’ 

MUNDO FREAK NO APOIA.SE

Quando seu Cérebro vira o Inimigo – Síndromes Bizarras| MFC 416