Ponto G 55 – Margareth Thatcher

A Dama de Ferro, uma mulher que desperta polêmica e sentimentos extremados. Foi a primeira-ministra  da Inglaterra, sendo a primeira mulher no cargo no Reino Unido e na Europa.

Guerreira e inflexível, passou diversas por crises econômicas e políticas enquanto estava no poder.

>>> Clique a qui e escute o programa anterior: Ponto G 54 – Wu Zetian <<<

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiu mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

Compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e ajude a divulgar o trabalho feito por mulheres na mídia podcast.

Você, mulher podcaster, divulgue seu trabalho aqui no Ponto G, seja como produtora de conteúdo, host de podcast, pauteira de programas, qualquer atividade desenvolvida por você pela mídia. Entre em contato e envie o seu áudio de divulgação.

Redes sociais

(colocar icone Facebook) Acesse aqui a nossa fan page no Facecook: https://www.facebook.com/PgmPontoG/

(colocar icone Twitter) E siga nosso perfil no Twitter: https://twitter.com/Programa_PontoG

Recadinho do <3

O nosso podcast tem caráter educativo e informativo, visando levar o máximo de conteúdo ao ouvinte em poucos minutos. Seus minutos são preciosos, e desejamos que sejam aproveitados ao máximo. Nosso objetivo é, além de levar informação, instigar a curiosidade sobre personagens femininas da nossa História, que ficaram encobertas pelos mais diversos motivos.

Vamos alimentar nossa curiosidade pelo saber! :)

Playlist

BenSound – Romantic
kyuu – The Iron Lady
Kevin MacLeod – As I figure
Bosques de mi mente – Familia
Latch Swing – Menilmontant

 

Créditos

Apresentação: Ira Croft, Juliana Ponzilacqua e Beatriz Santos
Pauta: Erika Cavalcante
Edição: Kyuu
Direção de arte: Andrei Fernandes
Locução: Dani Freitas
Direção geral: Iracroft

 

Sobre Iracroft

Ver todos os posts

Nascida no planeta Blastófila Blasmóide, viajou pela Terra do Nunca para hoje escrever sobre seus sonhos.

7 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Excelente.
    Adorei o programa.
    Sou conservador e fiquei muito feliz com esse resumo na história da Dama de Ferro.
    Única mulher que pensava como homem.
    Que Deus a guarde em bom lugar.
    Mas uma coisa que vocês não mencionaram é que Margareth Thatcher era contra a luta de vocês:

    “Não devo nada ao movimento de libertação das mulheres.
    As feministas odeiam-me, não é? Não as posso culpar uma vez que odeio o feminismo.

    É puro veneno.”

    Por isso que ela é bem vista até hoje como uma mulher Conservadora Raíz é grande líder.

    Abraço e que mais mulheres Conservadoras surjam.

  • Felipe Ferreira Klein

    Thatcher foi uma pessoa fundamental do século XX, com certeza a mais importante do século.
    Apesar de ter minhas discordâncias com ela, admiro que tenha sido a revolucionário a liderar um movimento conservador não-retrógrado, que defendeu pautas como a legalização da homoafetividade e o direito ao aborto.
    Além de, como economista, precisar reconhecer a importância do consenso econômico do qual ela foi símbolo, com o mundo vendo nos últimos 40 anos um crescimento econômico e diminuição da desigualdade antes difícil de imaginar (embora a desigualdade tenha crescido no próprio país dela).
    Infelizmente, parece que essa direita com a cabeça no lugar está hoje perdendo espaço para uma direita populista e nacionalista em diversas partes do mundo, assim como parece que no campo da esquerda algo semelhante tem acontecido. Os tempos parecem sombrios, tomara que eu esteja errado.

  • Andrey B. Souza
  • Adoro o programa, mas devo dizer, entre o sério e a brincadeira, que um programa sobre Marrgareth Tatcher tem mais a ver com o Mundo Freak Confidencial, junto com Reagan, Pinochet, Suhartho e M.T., demônios que chegaram ao poder no mundo humano. Que queime para sempre no inferno!

  • Rafael Capo Martinelli

    Meninas, se vcs se dispõem a falar de mulheres, já estão tomando partido político, ficar tentando agradar todas as opiniões podem colocar vcs contra todo mundo. Creio que a Margareth Thatcher não foi alguém que defende as mulheres ou os interesses das mulheres. Mas é só minha opinião e continuo amando vcs e esse podcast maravilhoso

  • HeloRighetto

    Gente, só uma observação: um barrister é um advogado que pode atuar em julgamentos. Nem todos os advogados (solicitors, por exemplo, nao podem) tem essa permissão. Um barrister pode ser advogado de defesa ou promotor, de casos criminais, por exemplo.

  • Luiza Ayres

    Só passei pra lembrar que John Constantine era fanático por ela….
    https://uploads.disquscdn.com/images/a1a9d1320f8ad9b995c35742245c8fca714e4cf87d48fb8ad565c9ed4c597f62.jpg