Ponto G 28 – Nadia Comaneci

 

Sua carreira começou muito cedo, aos 6 anos de idade. Aos 7, já participava de sua primeira competição. Todos os olhos de um país (e de um regime) tanto torciam, como apostavam as fichas na pequena Nadia. Aos 12 anos, foi a responsável por “quebrar” um placar numa competição internacional, já que eles não estavam preparados para mostrar uma nota 10.

A vida desta mulher não seria marcada apenas por sucessos, mas também por deserções de treinadores, fugas, e até críticas por não ostentar uma figura física “de atleta”. Apesar de ter enfrentado tantas situações difíceis, dentro da família e também perante ao país inteiro, Nadia nos ensina que a paixão pelo esporte pode fazer o ser humano suportar tragédias.

>>> Clique aqui e escute o programa anterior:  Ponto G 27 – Octavia Butler  <<<

 

#MULHERESPODCASTERS

Compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e ajude a divulgar o trabalho feito por mulheres na mídia podcast.

Quer ouvir uma convidada especial, uma mulher podcaster, aqui no Ponto G? Indique para nós, juntos podemos divulgar mais e mais mulheres por essa rede. <3

Playlist

DigiAlessio – Ekiti Son
Burning Bright – Stardust
Salmo – Eclosion
Casetofoane – 90
LASERS – Amsterdam
Plumerai – Marco Polo

Créditos

Apresentação: Ira Croft, Juliana Ponzilacqua e Mirella Trevisan
Pesquisa e pauta: Mirella Trevisan
Edição: Kyuu
Direção de arte: Andrei Fernandes
Locução: Dani Freitas
Direção geral: Iracroft

Sobre Iracroft

Ver todos os posts

Nascida no planeta Blastófila Blasmóide, viajou pela Terra do Nunca para hoje escrever sobre seus sonhos.

2 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]