MFC 154 – Aconteceu Comigo 11

Em um bosque numa noite de lua nova, surge quatro integrantes de um podcast para contar histórias assombradas mandadas pelo seus ouvintes. O que será que irá acontecer com eles?

Nesse Mundo Freak Confidencial, acompanhe os investigadores Andrei Fernandes, Ira Croft, Marcos Keller e Rafael Jacaúna analisando histórias insólitas numa noite sem lua e numa mata sem gente…viva!

Download do episódio compactado em formato RAR. Clique aqui com o botão direita e selecione “Salvar Link Como“.

1111

Comentado no episódio!

 Comentado nos recados!

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Designer, Ilustrador, aspirante a escritor, blogueiro e freak nas horas vagas!

31 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Andrei, eu te amo!! Salvasse minha tarde no tédio da firma!

  • “Rafael qual é a explicação científica para esse fenômeno?
    – É O DEMONIO, CARA!!”
    HAHAHAHAHA

  • Moah Oliveira

    Nada como ouvir um mfc num dia chuvoso. <3

  • Dario N. Santos

    “jesus é sobrinho do demonio” ri demais; aah Jacauna kkkkkkkk

  • Filipe Paceli

    Kkkkk se o demônio aparecer pro Rafael, trocar uma ideia, contar o seus planos para ‘fazer o que demônios fazem’, ele vira ateu…

  • Teikerize

    1) Lacrimejando e com os pelos do sovaco arrepiados com essa foto do Ferroviario! :o
    2) Keller <3
    3) Andrei, faz um episódio sobre Gravity Falls! <3

    • Marcos Keller

      Teikerize 💓

  • Teikerize

    Desonra para a vaca de Rafael Jacaúna!

  • Giovani Avelar

    Kinjutsu do teletransporte

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    Ô papai, que delícia.

  • Kar

    Volta Aconteceu Comigo de 4 horas!

  • danrley

    Eu queria muito ter uma experiencia bizarra desses tipos que parecem reais, a unica coisa que já aconteceu comigo foi uma paralisia do sono com eu mesmo em pé empurrando minhas costas contra o colchão.

  • João Pereira

    Sou so eu, ou tem pelo menos umas duas outras pessoas na foto do ferroviario, além do fantasma e do segurança? Tô com o Rafael, parece foto de balada.

  • Alex

    To com o Rafael no caso da foto do Ferroviário, clara é só um cara, escura é alien 😐

  • Philippe Sartin

    O primeiro caso é um kage bunshin no jutsu clássico. Aliás, Naruto explica qualquer coisa.

  • Aqualad/Muleque-Piranha

    a dona Ira Croft por acaso é cética de verdade ?

    as explicações dela geralmente me fazer acreditar MAIS nas histórias

  • Tame Almeida

    😱
    Sobre a crianca de luz… eu devia ter uns 12 anos, meus primos foram passar um fim de semana em casa, então dormimos no meio noite eu acordei e havia alguem iluminado nos pés da minha cama até achei q fosse a minha prima mais nova mexendo na minha colecão de hippopós (kinder ovo), chamei a atenção dela “Marilyn, sai daí, eu falei q não era pra mexer!” Então a coisa olhou bem pra mim e ficou repetindo “crê em deus”, acordei a casa toda e fiquei tremendo de medo.

  • willia

    Se um dia eu ver a tupa vou ter piripaque como o chaves depois desta risada

  • Nyell Quantos

    Só acho que a mascara do Rafael caiu! ele é o pai dos céticos!

  • Zuke Skywalker

    “Aconteceu Comigo” é sempre fantástico. Eu digo e repito: todo mundo tem uma história, se não consigo mesmo, com alguém próximo.
    Na minha percepção e crença pessoal atual, o reino dos mortos e o reino dos sonhos estão muito próximos. Por isso, durante a paralisia do sono, enxergamos coisas daquilo que alguns denominam “Umbral”. O corpo físico entra em estado de “stand-by”, a mente funciona a mil, quem sabe o “espírito” não se “desdobra” também?
    Quem pode afirmar com certeza se são criações apenas da nossa mente ou se são seres de origem externa a nós? E se as duas coisas acontecem? Acredito que seja possível.
    Creio também que, não raras vezes, os espíritos daqueles que estão partindo aproveitam este momento para se despedir. Essas histórias são comuns: alguém recebe uma visita (que pode tanto ocorrer em um cenário de sonho como no ambiente em que a pessoa está adormecida) de alguém que há tempos não via. Algum tempo depois, descobre que aquela pessoa veio a falecer.
    As pessoas deixam marcas nas vidas umas das outras. Por isso, alguém com quem você não tem contato a muito tempo, pode sim querer dar adeus antes de partir para planos mais sutis.
    De qualquer forma, mesmo se todos esses fenômenos forem “apenas” criações da nossa mente, ainda assim, são todos fenômenos muito interessantes. As manifestações costumam ser muito similares, muitas vezes com conteúdo arquetípico, e isso é algo fantástico que merece estudo e atenção.

  • Só queria deixar por escrito que eu gostaria de ter a Tupa como encosto.

  • Manoel Carneiro

    Queria ser teísta. Parece que a vida é bem mais interessante com fantasmas e anjos. Haha
    Eu não entendo o Jacaúna também, parece o cara do fragmentado. Te decide meu amigo, tem capeta ou não tem? HAHA

  • Olá a todos,

    Bem legal o episódio, a dramaticidade foi ótima!

    Vou comentar alguns dos “acontecidos” lidos:

    1) O caso do pai que viu a amiga recém-falecida da esposa tem um detalhe interessante. Se a própria amiga que tivesse visto, poderia-se interpretar como uma ligação entre as duas, porém, quando o marido a vê, isso não deixa de ser uma certa prova de fé. Não havendo ligação direta entre eles, o aparecimento a ele ao invés da esposa, pode ser tanto indício de mediunidade dele, como de uma maneira bem clara de mostrar a sua esposa que a morte não existe, em uma explicação espírita mesmo; também dando firmando nele a presença da mediunidade e a questão da sobrevivência. Se fosse a amiga, poderia-se interpretar simplesmente como uma ligação mental entre ambas, e ao falecer teria aparecido por lembrança dele, e coisas do gênero. Alguém sem relação alguma, já fica mais complicado de explicar.

    2) Sobre o caso da previsão, tem o aspecto do óbvio mesmo, mas tudo depende de como se interpretar questões como livre-arbítrio e determinismo. novamente, a interpretação espírita de premonições: Todos nós emitimos pensamentos a nossa volta, de forma que ao pensarmos em algo, emanamos essa tendência a nossa volta; de forma que noutras pessoas captam essas tendências que podem ser modificadas com mudanças de intenções. Por exemplo, o hábito de vida do motoqueiro por tender a morte, exala essa possibilidade a sua volta; então alguém poderia captá-la, mesmo sendo óbvia. Pensamos em premonições como casos complexos e amplos, mas ela tanto pode advir de uma percepção da tendência que os atos estão levando, como de uma captação desta tendência. Premonições mais amplas também podem advir de captar esse conjunto de intenções de um grupo de pessoas, por exemplo.
    Tudo isso não implica que há uma fatalidade, muito pelo contrário, premonições é captar uma intenções, seja individuais seja de grupos, sociedades, países… Falando do ponto de vista espírita. Há casos, também dentro dessa visão, há coisas programadas pelo pelo próprio indivíduo, ou ao grupo social, sendo o premonições, possivelmente vislumbres destas programações. Há casos de avisos diretos, quando se tratar de coisas mais globais, mas esse é o caso mais rápido.
    Não há fatalidade, e premonições e previsões são tendências e não fatalidades, de maneira que quem as tem precisa de dois cuidados:
    a) Primeiro, o que foi comentado pelo Keller, pois há previsões em sonhos, outras de visões espontâneas, entre outros; que pode-se adaptar após o fato ocorrer para encaixar a previsão.
    b) Segundo, não se deveria crer demais em previsões, primeiro por serem tendências, segundo, por desconsiderar-se os casos em que ela falhou…
    No meu caso, tive alguns fenômenos premonitórios bem intensos, envolvendo falecimentos; porém, tive diversos que não se realizaram….

    3) O caso da foto tem um aspecto curioso. Malha ferroviária é um prato cheio de vidências nada bonitas. O fenômeno de fotografia espiritual é bem antigo, remontando ao século XIX. Deve-se ter em conta que o desenvolvimento do flash está relacionado as experiências de fotografar Espíritos materializados, principalmente por William Crookes, entre outros, que também desenvolveu o tudo de raios catódicos, a base da televisão. De certa forma a fotografia foi inventada para verificar processos de fraude em fenômenos psíquicos…
    Um desencarnado poderia absorver uma quantidade de ectoplasma, somente pelo desejo de ser percebido, aparecendo somente nas frações de segundo em que o flash atua. m,as não sei como é a foto…

    4) Da senhora que apareceu, se não havia ninguém na casa, se o amigo nunca tinha visto a fotografia dela; ela aparecer e conversar não é nada demais. Ou alguém muito parecido invadiu a casa naquele momento… Não consigo ver nenhuma outra entre explicação, entre as duas, que poderia ser realmente efetiva.

    PS: Prefiro não imaginar em como seriam outros eus no multiverso…

    Parabéns pelo episódio e tudo de bom a todos!

    Tiago de Lima castro

  • Fernando Reis

    Falem sobre American God’s!

  • André

    Esse caso da foto me lembrou um que aconteceu com a minha tia.

    Uma vez ela foi tirar uma foto da família (eu,meu pai, minha mãe e outra tia), porém quando ela foi bater a foto ela começou a pensar na minha avó (falecida) do nada e bateu a foto.

    Quando a foto tirada foi revelada bem no meio da foto apareceu o rosto da minha avó.

    Depois disso minha tia pegou muito medo de tirar outra fotografia.

    Foi um momento assustador.

  • André

    Esse caso da foto me lembrou um que aconteceu com a minha tia.

    Uma vez ela foi tirar uma foto da família (eu,meu pai, minha mãe e outra tia), porém quando ela foi bater a foto ela começou a pensar na minha avó (falecida) do nada, mas mesmo assim bateu a foto.

    Quando a foto tirada foi revelada bem no meio da foto apareceu a cabeça da minha avó nítido sorrindo para câmera.

    Depois disso minha tia nunca mais pegou numa câmera fotográfica para tirar uma foto.

    Foi um momento assustador.

  • Ricardo Sedano

    Sobre a foto do segunraça… Se a foto é dele mesmo e ele estava em horário de trabalho (posso estar lembrando errado pois ouvi o episódio na sexta feira) mas eu esperava que o cara de uniforme. Essa foto, a julgar pelas roupas, parece mais uma foto de balada que saiu bem ruim e o cara tentou dizer que o amigo era um fantasma na foto…