Mundo Freak Confidencial 150 – Aconteceu Comigo Especial Podcasters

Depois de muitos anos, finalmente alcançamos essa marca histórica! 150 programas falando só sobre capirotagem, satanices, discos voadeiros, assombracães e capoeira espiritual não é pra qualquer um não! Especialmente quando você tem a equipe mais louca do pedaço. Mas é claro que dessa vez, trouxemos figuras ILUSTRES da podosfera brasileira para dar a sua parte de causos, lendas, mitos e historietas que desafiam a fé e o ceticismo daqueles que ouvem.

Nesse Mundo Freak Confidencial, acompanhe o investigador Andrei Fernandes trazendo a nata da podosfera brasileira para um aconteceu comigo mais que especial.

E os convidados são:

Igor Rodrigues (Drone Saltitante) – 00:10:10
Marton e Leo Santos (Papricast) – 00:26:00
Diego e Pablo (Fênix Down e Cozinha para desprovidos) – 00:41:18
Leo Lopes (Radiofobia) – 01:05:10
Doug e Maroto (Geekvox) – 01:37:06
Lucien, o Bibliotecário (Cabulosocast) – 01:58:28
Tato Tarcan (Ultra Geek) – 02:11:24
Thiago Miro – 02:34:33
Pedro Duarte, Nicolas Queiroz, Isabelle Felix (Bacanudo) – 02:43:36
André Majin e Sushi (Jogabilidade) – 02:59:00
Podcrastinadores – 03:21:08
Ivan Mizanzuki (Anticast) – 03:51:07

Comentado no episódio:

Download do episódio compactado em formato RAR. Clique aqui com o botão direita e selecione “Salvar Link Como“.

1111


assine
Cole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Designer, Ilustrador, aspirante a escritor, blogueiro e freak nas horas vagas!

84 Comentários

Participe da conversa →

Facebook

comentários

  • May the Fourth be with you!

    • hmmm Por isso 4h… O Andrei é danadinho!

      • Acho que não tem nada a ver, só ficou longo mesmo haha

        • Nyell Quantos

          Não não, tenho certeza que o @Andreizilla:disqus eh um ser meticuloso e planejou tudo!

        • Ashtar age de maneiras misteriosas através do Andrei.

  • Ronaldo Souza

    Ok, desafio aceito! Nem tava afim de dormir mesmo!

  • Henrique Tavares

    Mas o que que é isso?? Quatro horas de podcast? CARALHO. O maior que eu tinha ouvido era um de 3h30 do MdM, um novo recorde aí.

    • Sir Jones Kast, Ph.D.

      Tem uns anticast meio cabulosos também, de 3hs e lá vai zureia

  • Marcos Costa

    Lança em livro q vai ser sucesso. Se bobear bate até os livros do King

  • Tô ouvindo agora. Já gostei da primeira história! Sinistraça!!!

  • Luiz Gabardo

    Isso vai ser épico *_*

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    Ô papai, que delícia.

  • FHC

    AI sim minha madrugada esta completa. <3

  • Rachei de rir com o Diego e Pablo. ahahahahaha E a história do Marton e Leo Santos… vishh… sinistra! Até passou morcego voando e guinchando aqui no quintal. Nota: moro em SP, numa área sem floresta ou bosque perto.

  • Corredor Ortográfico

    salvaram minha sexta-feira… só posso ouvir amanhã

  • “O Andrei é um host maravilhoso.” Palavras da Mamãe Freak Dora após ouvir a entrevista com o Leo Lopes. XD

  • Felipe Barbosa

    Caraca, tá maior que o nerdcast de RPG. Vai ser o maior podcast que eu já ouvi na vida!

  • A história do rapaz do geekvox, que teve que acender a luz, (desculpe, não lembro seu nome), causou um arrepio em mim e na minha mãe aqui. Não vou falar muito, mas ó, ainda bem que a luz aqui tá acesa!

  • FHC

    Essa vinheta especial dá até um arrepio <3

  • Caramba! A história do Lucien!!! Que final! Arrepiei aqui tbm!!! :O

  • Nyell Quantos

    Esse episodio começou errado! isso ta errado cara! tá errado!!

  • A história do Tato, minha mãe me deu um susto… mas os detalhes vão ficar só no grupo dos pauteiros, foi muito bobo o meu susto! Eu estava realmente imersa na história!! :O

  • A história do Thiago Miro, aqui em SP antigamente tbm se fazia funeral em casa. Um tio de minha mãe foi velado na casa dele. Para mim foi meio assustador ver um caixão na casa. É sinistrão! Agora os barulhos na casa… mano, que será que era??? :O

  • Lucas Oliveira
  • Igor

    Isso tá muito errado… vou ouvir de dia com o disco do Padre Marcelo ao fundo.

  • Nossa, quanta gente no Bacanudo! o.o Eu me perdi um pouco! :O

  • Pessoal do Jogabilidade é engraçado demais. ahahaha

  • Dario N. Santos

    simplesmente excelente!

  • Carol Borges

    a minha sorte é ter uma memória bem merda, então eu já n lembro mais das primeiras historias e depois q acabar o cast é só ver uns videos de gatinho e conseguir dormir hahahaha mas o cast tá sensacional demaaaaaaaaaais <3

  • Alexandre JaPA

    Jah fiquei todo kgado na primeira história, satisfeito?

  • Agatha Gonçalves

    Parabéns por chegarem no episódio 150, que venham muitos mais.
    Sempre torcendo por vocês.

    Beijos

  • Jonathan First

    Com certeza a melhor categoria do mundo freak é o ‘aconteceu comigo’.
    Quanto à duração, tá excelente.

  • Raphael Ribeiro

    Gente, existe algum motivo pro Podcast nao estar atualizando no Itunes? ou é só pra mim que tá acontecendo isso? E é especificamente com o podcast de voces, os outros atualizam normal.

    • Oi Rapha, o itunes tá demorando até 24 pra atualizar. Mas no máximo hoje a noite ele deve tá caindo aí pra você.

      • Raphael Ribeiro

        Mas nao é nem questão de estar demorando pra atualizar, o feed de lá parece que nao atualiza, eu nao uso tenho usado muito o Itunes (uso WeCast), mas ele estava desde aquele episódio que tinha o nome cheio de caracteres zoados (acho que a hora morta). Mas eu sempre que coloco atualizar, atualiza todos, exceto o Mundo Freak

  • Lionel Novaes de Freitas

    Caraca, episódio épico minha gente. Ouvindo aqui com um razer hammerhead, e em cada vírgula sonora, quase me cago, os graves ficam assustadores meu filho…

  • Douglas Rainho

    Nesse eu acho que vou ter uns 200 comentários a serem feitos… só no primeiro relato minha cabeça de macumbeiro já começou a correlacionar com diversas situações e explicar vários mecanismos rs… vamos lá…

  • PalmirinhaRadical

    MFC + Papricast + Jogabilidade? Tô pulando de alegria com o Huguinho. Esses meninos são tudo de bom!

  • Ainda nem ouvi esse ep. e já estou amandobarrasurtando!!

  • Josh Walter

    não querendo ser o cético chato rs (mas respeitando a crença), mas a imagem do Leo Lopes é mais um desses efeitos de luz causado pela câmera fotográfica, alias, toda a imagem ta distorcida por efeito luminoso, se fosse só a imagem do “dragão” até poderia haver uma duvida maior do que seria, e também o local/lugar e o clima, tipos de pessoas acaba refletindo a interpretação do que as pessoas “querem” ver, se fosse numa igreja era um anjo, num centro espirita uma alma, num terreiro uma entidade, numa IURD seria um demônio rs

  • Patricia Giovanetti

    O cast ficou sensacional, gente!! To aqui de perna bamba até agora com a história do Maroto!

    • Douglas Rainho

      Existem vários relatos desses tipos, mas não sei até que ponto poderiam influenciá-lo a provocar um acidente ou atentar contra si.

  • Zuke Skywalker

    03:19:30 – “eu sonhei…” – aham, sonhou xD

  • Marcelo Teixeira

    Fala, Andrei!
    Esse episódio 150 foi um presentaço! Eu achei que fosse ficar cansativo, afinal tem um pouco mais de 4 horas, mas me enganei. As 4 horas desceram macias. Fui direto sem dar pause.
    Achei sensacional os relatos dos podcasters, alguns mais tranquilos, outros mais tensos. E foram os mais tensos que me impressionaram mais, a começar pela primeira do Igor Rodrigues. Que história!
    A do Tato Tarcan também foi ótima. E conhecendo o Tato, só podia esperar que ele fosse ser visitado por et’s mesmo. Uma hora dessas ele será abduzido, com certeza! Hehehehehe!
    Também me diverti muito com os relatos do Sushi, do Jogabilidade. Que herói! O cara mais tranquilo do mundo. Mas eu ri muito mesmo foi do Caruso, do Podcrastinadores. Ah, Caruso! Se ele fosse editar este podcast, teria que usar fralda geriátrica em tempo integral. Huahuahuahua!
    Acho que finalizou muito bem. O Ivan e suas invocações. Ah! eu também fiquei horas no banheiro da escola, esperando a loira que nunca apareceu.
    Andrei, vc e o Guilherme fizeram um ótimo trabalho. Eu gostaria de saber como vcs conseguiram editar tudo isso sem perder o sono. Eu teria ficado perturbado por uma semana.
    Bom, é isso aí! Muito sucesso pra todos que colaboraram com o episódio 150. E que venham mais 150!

    • Marcelo você é um herói hahahaha. Trabalhar nesse programa despertou em mim um senso de humildade tremendo por imaginar que seria muito tempo para um ouvinte consumir. Afinal, como eu poderia “exigir” 4 horas da vida de uma pessoa?

      Obrigado sempre pelo carinho e pelos comentários que nunca deixou de fazer. Abração.

      • Marcelo Teixeira

        Tamo junto, meu amigo!

  • Kar

    Episódio muito curto, não deu nem pra esquentar.

  • Bora continuar a ouvir esse podcast de onde parei ontem! XD Só restam 40min agora!!! que apreensão!

  • Vinicius Duarte

    Melhor podcast do mundo, 4 horas de historias FODAS dos podcasters, cara achei demais. Principalmente na parte do Ivan, pqp que foda, CARAIO QUE FODA, FODA TA LIGADO. Não tenho palavras para descrever esse podcast, fora o trampo que deve ter dado. Enfim, só não parem de fazer esse podcast maravilhoso esse é um dos quadros que eu mais curto na moral, e estou ansioso para o 200 !!!

  • Terminei! Adorei as histórias todas! Excelente!!! ahahaha

  • Moah Oliveira

    Amei. Por mais episódios de 4 hrs. :v
    Enfim,amei as histórias,os participantes,principalmente Diego e Pablo,voltem mais vezes. <3

  • Marcelo SEP

    4 horas? Natal chegou mais cedo?

  • Philippe Sartin

    Episódio EXCELENTE, como diria o Andrei. Nem deu canseira ouvir.

    Aliás, pra quem quiser ouvir as histórias do próprio Andrei, num episódio memorável do Gavestática, este é o link:

    http://www.gaveteiro.com/podcasts/papo-nerd/gavestatica-74-vamos-falar-de-fantasmas-espiritos-e-possessoes/

  • antonio_marcos

    Excelentes histórias. Parabéns mundo freak

  • Dany Madrid

    Por mais episódios loooongoooos <3

  • Dany Madrid

    Minha estória preferida foi a das criancinhas eguns seguindo o cara…A do Mapa do Maroto?

  • João Lucas dos Santos

    O ateu satanista Ivan Mizanzuki tá na lista de pessoas que já tiveram uma experiência? Tenho que ouvir!

    Att,

  • FHC

    Podia ter MFC de 4 horas toda semana, né?

    • Shade Graves

      NENÃO! Eu já ouvi umas 10x desde que saiu, e ainda ouvirei mais vezes pq não acabei de comentar sobre xD

  • Shade Graves

    Na história do Igor Rodrigues, o santo da mãe dele era mais forte!
    “Não acredito em nada, PORÉM….” sempre tem um belieber no fundo de um cético ;D

  • Shade Graves

    Na história do Marton e Leo Santos, Eu tenho uma história parecida com a do Marton sobre meu avô. Algum dia eu conto pros pauteiros lol.

    Na do Leo, é aquela história, sempre tem um believer no fundo de um cético. Tenho vários acontecimentos desse tipo na minha família. Eu acho que aqui no Sul são todos bruxos.

  • Shade Graves

    Diego e Pablo:
    DIEGO SEU FOFO! HAHAHA xD

    Pablo mendigão, tem que ser sulista…

    A história do Diego é muito massa! Adoro ouvir essas histórias de família tipo que deixam a gente feliz <3
    A história do Pablo é muito bizarra hein, É CLAUDINEI!!! E se fosse eu, tinha tacado sal e fogo e ido embora desse apto. Por mais que fosse na Cidade Baixa XD puta cabrero esses apto antigo.
    AH, o Pablo tem um puta sotaque de magro do bonfa auewhuaehuaehuawea
    AUIEHAWIUEHA Aí na cidade grande de SP é tudo diferente HAHAHAH LOL, me identifiquei com esses comentários.

  • Shade Graves

    Leo Lopes:

    Mariposa é o Pazuzu.
    Queria ver a foto da pedra refletindo o flash no musgo XD
    Meu sonho viajar por todo Japão, mesmo que só fosse nos templos, adoro… inveja eterna <3
    Muito bacana as histórias do Leo! Curto muito galera que tem um dogma religioso, mas mesmo assim respeita os outros <3

  • Willi Wonka

    Duas coisas, maravilhoso cast e descobrir outros para acompanhar.

    • Shade Graves

      Também achei! <3

  • Shade Graves

    Doug e Maroto:
    Doug teve uns dementadores atrás dele GENTE, que horror… uma criança vendo isso! Eu ia ter pesadelo até hoje çokorr…
    OLHAE Maroto, galera do RS é tudo bruxo, tô falando.
    KARAIO essa história maluko! As criança da tenebra aí, gente….
    Eu também não tenho memórias da minha infância, será que tenho umas crianças do capeta no meu encosto? Çokorr hein! D:

  • Shade Graves

    Lucien:
    Sombras e cheiros que coisa horrorosa de se presenciar! Mdds. Paralisia do sono ainda genteeeee…. eu sou muito a cética que quer acreditar, e aí sempre me imagino em todas as histórias, eu fico loka aqui imaginando o que eu faria! Só tacar fogo na casa e sair correndo meodeos xD
    Os winchester ensinaram (/sqn lol), taca sal e depois taca fogo!
    Caralho, quem será que era o velho, gente? Tipo o espírito do “velho do saco”!? Cabuloso isso ae hein! XD

  • Anderson Cardoso

    Muito bom o episódio. Me lembrei de um falso aconteceu comigo:

    Certa vez de madrugada, eu e a minha esposa estávamos vendo televisão e repentinamente nosso cachorro começou a rosnar para a direção do nosso quarto. O cachorro foi chegando mais perto do quarto, e começou a chorar.

    Cheios de medo, fomos verificar o que estava acontecendo. Fomos até a porta do quarto e vimos que tinha um guarda chuva pendurado na maçaneta. Assim que peguei o guarda chuva na mão, o cachorro saiu correndo. Nesse momento lembrei que ele tinha muito medo de guarda chuva.

  • Douglas Rainho

    Caras!!!!! Insustentavelmente é o tipo de episódio que mais gosto. Foi bom até ver os céticos se rendendo um pouco ao desconhecido e ficando presos na mesma resposta: “Não sei o que é isso”.

    Vamos aos comentários:

    1. A história do Igor Rodrigues relata a clássica macumba ou demanda. Isso é comum em culturas afro-brasileiras, principalmente as afro-caribenhas e o Voodoo/Hoodoo de Nova Orleans. Temos que primeiro que compreender que nesses casos não se leva a sério a lei moral, mas apenas a lei do “Justify”, ou seja, a justificativa de fazer um ato supostamente maligno para outra pessoa. Então é óbvio que o que a “inimiga” pediu contra a mãe do Igor era algo que não era justificável, por isso de “entidades” se manifestarem de forma involuntária (quase possessão, se não é uma possessão).
    No caso, foi citado que havia uma espécie de briga entre as entidades, e isso pode ser viável se as entidades forem convocadas, tiverem baixa evolução espiritual (espíritos atrasados, negativos, inferiores, vários adjetivos são usados aqui). Provavelmente no caso foi desfeito o trabalho e as entidades (pela lei do fluxo-refluxo) devolvem para o “dono” a energia por ele “demandada”. Se ela (inimiga) demandou uma morte para a mãe do Igor e essa não ocorreu ou foi “invertida ou anulada”, a energia volta ao seu dono original. Isso em termos leigos.

    2. O caso do Marton em ver o avô de canto de olho é um relato muito comum, e acredito que justamente por isso é bem fácil de questionar. Os céticos questionam muito isso, pois a visão periférica não é muito bem definida e pode ser complementada “pelo cérebro” para formar uma imagem “compreensível”. A mediunidade de visão ou manifestação espiritual espontânea não é vista só com o canto do olho, você vê claramente e pode até mexer o olhar que a imagem permanece. A questão das imagens desvanecerem rapidamente é atrelada a “fonte energética” para manter a materialização ou aparição. Se não houver um médium de efeitos físicos próximo, isso é quase impossível. Quase, pois se pode angariar um pouco de “ectoplasma e energia” de outros meios, porém dura muito pouco. Essa é uma das explicações para as aparições não serem perenes.

    3. As doenças espirituais citadas pelo Diego sobre o tio dele ter problemas de saúde ligados à espiritualidade, isso é chamado no meio de Umbanda e também na Pajelança Nativa e Cabocla de “Doença do Pajé”. Leva-se a crer que todos que possuem mediunidade de “missão” são atingidos por doenças inexplicáveis que podem até levar ao óbito. Na visão da Pajelança é uma briga entre a alma do postulante a pajé com os espíritos negativos, e uma forma de convocar o pajé-wanna-be a aceitar sua missão. A doença só some quando se derrota o espírito negativo (que para muitos é a própria insegurança e o medo). Falando do Quadro, também é possível isso ocorrer, alguns espíritos ainda são bem “apegados” a certas situações, quando se “cumpre” esse requisito o espírito repousa.

    4. O Maroto cita e confunde termos como Candomblé, Macumba e Umbanda e são coisas completamente diferentes.

    – Candomblé é uma religião brasileira de matriz africana. Acabou se originando com a chegada dos africanos no Brasil e também com a miscigenação cultural dos diversos povos e culturas africanas, existem ainda hoje representações dos “cultos originais”. Digo original, pois é o original formado no Brasil, não é exatamente o que se encontrava na África. Candomblés mais conhecidos são os de cultura Gegê(Jejê)-Nagô e Ketu, com influência da região que hoje compreende a Nigéria e parte do Benin (antigo Reino de Daomé), a influência linguística é Yorubá, em sua maioria. Também existe o Candomblé de Angola que gerou o Candomblé de Almas e por consequência o Candomblé de Caboclo, que tem influência cultural Bantu, da região onde hoje é Congo e Angola. Podemos encontrar também o Tambor-de-Mina, que não é bem candomblé e outras modalidades.

    – Macumba é uma forma ou prática mágica muito parecida com o que encontramos no Hoodoo de Nova Orleans, que o intuito é resolver a situação não importando como. Era praticada nos morros cariocas e tomou uma conotação muito pejorativa, pois a mão que cura também era a que fazia mal e isso dentro de um país com o pensamento católico não era muito bem visto.

    – Umbanda é uma religião brasileira, fundada por múltiplas influências culturais, destacando-se a nativo-brasileira ou ameríndia, a cultura bantu (em maioria) e a cultura europeia por meio do Espiritismo e também do Catolicismo Popular. São coisas distintas totalmente.

    As crianças que o maroto cita ver é algo bem comum de aparecerem para outras crianças, que tem a visão espiritual mais aberta, quando essas estão em situações de estresse, fragilidade, abuso, medo e insegurança. Podem ser “entidades naturais ou elementais” e não exatamente seres humanos desencarnados. A entidade mais velha que a mãe e o maroto viam pode ser o próprio mentor espiritual da família. Provavelmente essa entidade tem uma autoridade maior que as “crianças” e por isso essas assustaram. Não que fossem fazer mal mesmo…

    5. Relato do Tato Tarkan, sobre ver a imagem “alienígena”. O cérebro tenta adaptar formas familiares para aquilo que não compreendemos. Provavelmente foi mesmo uma “viagem astral” ou desdobramento, visto que a “entidade alienígena” empurrou o Tato ou seu Espírito levemente de volta para o corpo. O fato de ele dizer: “Não era para você estar aqui agora” pode ser devido a ver essa mesma entidade (ou sua assinatura energética) quando desencarnado rs… Associou isso com a passagem, inconscientemente.

    6. Os casos do Sushi, do Jogabilidade, poxa… Não dá pra tentar explicar algo sobre o que ele relata pois ele falou tudo muito claramente, mas não acredita. Não tem o que fazer rs.

    7. O Ivan Mizanzuki faz pacto com os capirotos e não quer depois que venha a cobrança? Rs… Deixa pra lá, porque vai que dá ideia para as pessoas. Só um alerta: existem práticas mágicas que são muito complexas e precisam de um preparo do operador mágico muito grande para não dar merda!

    De resto foi excelente o cast e poderia elucubrar muito mais sobre porém ficaria mais extenso do que já ficou e muito mais maçante do que já é. Agora, criou-se um novo patamar a ser atingido pelos episódios do “Aconteceu comigo”, boa sorte para se superarem rs.

    • Shade Graves

      Que resposta sensacional! <3
      Eu também não entendo muito da parte das religiões africanas e sempre chamo tudo de "umbanda/macumba", obrigada por explicar :)

      • Douglas Rainho

        Aí que tá.. nem africanas de fato são né? rs

  • prodcastinando

    primeiro susto foram as 4 horas, depois foram os relatos, depois dei risada com aquela galera do final, “modos que” passou voando o tempo

  • Marcos Keller

    OAU!

  • Agatha Gonçalves

    Vou terminar hoje de ouvir haha
    Acho que demorei um pouco, mas o cast está maravilhoso.

    Adorei muito. Parabéns a equipe MFC.

  • Agatha Gonçalves

    Achei o sonho do Mizanzuki bem interessante. Eu gostaria de saber o que um ocultista acha sobre isso ou alguém que tenha um conhecimento sobre… Bem legal.

    O cast foi maravilhoso, mais uma vez, parabéns :*

  • Luis P

    Leo do radiofóbia invoca o ult genji super de boa assim. O.O

    Maroto sempre com as história que dão um cagaço da porra, as criança da virada da curva da casa das aranhas sempre me da medo.

  • vitorhcg

    Esse episódio foi sensacional!

  • Vanei Anderson Heidemann

    A crença dos convidados pode ser definida em uma frase que um dos meus irmãos dizia quando era criança: “Eu não acredito em fantasma, mas que existem, existem!”

  • Henrique Tavares

    Dessa turma que foi convidada não teve um grupo que não fosse incrivelmente divertido. Depois dessa não entendo como as pessoas pagam pau pra podcast gringo, quase todos dão vontade de morrer ouvindo.