Mundo Freak Confidencial 134 – HAARP – A arma de destruição final

Uma suposta arma com potencial destrutivo, o maior deles. HAARP foi um projeto americano que depois de vários anos de testes foi encerrado nos anos 90, mas que secretamente, segundo alguns conspirólogos, ainda trabalha de maneira oculta com um propósito bem diferente do que dizem que foi projetado. Sendo capaz de incitar tempestades, terremotos e até vulcões, esse seria o novo passo do futuro bélico do mundo e seu fim.

Nesse episódio acompanhe o investigador Andrei, Tupá Guerra e o convidado Guilherme Baldi (Grande Coisa) analisando e desmembrando essa terrível arma e se ela realmente faria sentido na vida real.

Download do episódio compactado em formato RAR. Clique aqui com o botão direita e selecione “Salvar Link Como”.

 

1111

 Comentado nos recados!

 Comentado no episódio!

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

30 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Diego Camilo

    First! baixando….. estava ouvindo novamente o cast 114 mk ultra… o q isso significa? NADA!

    • Black Flame

      Ou não, muito pelo contrário.

  • PangoroMan

    Eu nunca tinha ouvido falar desse laboratório de processos ionosféricos em São Luís. Mais impactante ainda é que o bairro de Santa Clara é vizinho ao meu.

    • Agora é tentar descobrir se é bom morar perto ou longe.

  • Erich Bragança

    Caramba, ainda bem que o mfc voltou, e com assunto foda. Já tava ouvindo todos os outros enquanto jogo fifa sem som…

  • Petrus Augusto

    o/
    Aew!!!! Já ouvi, mas, estou ouvindo dnv (agora, pelo site, aumentar a contabilidade e downs xD)! E o tema, foi muito bem abordado!! Show!

  • OLHA AÍ, OLHA AÍ!

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    Ô papai…

  • hellbolha2

    Uai…por que o podcast não está aparecendo na Home do site? Ou é só comigo? Mistério…

    • Por aqui tá

      • hellbolha2

        Então é só comigo. Sem mistério…

  • Luis P

    Sobre a parte que se fala sobre efeito borboleta e caos. https://www.youtube.com/watch?v=tGgKo5jW5Jw

    • Eu entendo que a idéia é transmitir entusiasmo, mas dá pra corrigir os outros sem parecer forçadamente arrogante. A entonação ali no início está bem estranha. Várias das correções que ele fez, na verdade, não são correções. Ambos falaram a mesma coisa. Mas a parte da estocástica está realmente incorreta e o vídeo do Nerdologia é propositalmente bem mais superficial. Todavia, a idéia central está correta:

      Dada qualquer proporção da função que seja aleatória constantemente, mesmo que muito pequena, o resultado gerado em duas tentativas independentes tem grande chance de serem completamente diferentes ao long-prazo. A questão é definir o quão longo este tempo precisa ser pra diferença se tornar notável na escala de medição usada. Podemos até pensar em uma diferança fixa (não aleatória) entre dois pontos iniciais, e a conclusão será a mesma. Vsauce tem um vídeo incrível sobre isso.

      • Luis P

        Sim, acho o do Vsauce até melhor do que esse do Chico(que é bom tbm) mas como o mestre Andrei não curte uns Herbert Richards peguei o Br. Mas o importante é a galera ter a consciência que o caos não é uma aleatoriedade propriamente dita, e sim um elemento da equação.Levando em conta isso no Haarp, seria inviável eles mudarem uma pequena coisa e controlarem o sistema.

        • Yep. Quando conduzimos pesquisas científicas, por mais completo que seja o modelo de regressão, a gente sempre deixa uma variável chamada noise, ou ε, que capta e resuma qualquer aleatoriedade possível no fenômeno estudado.

  • Nyell Quantos

    Sendo aqui do sul (sc), vi algumas enchentes que destruiram empresas casa e inúmeros carros tiraram a vida de pessoas e animais. Alguém com uma arma como a Haarp desestabilizaria um governo sem muito esforço…

    • Pior que basta destruir uma usina de energia ou uma represa hidrelétrica.

      • Nyell Quantos

        Exato! e não causa danos a longo prazo como armas nucleares, da para repopular o país em pouco tempo de pois de telo dominado, é a arma perfeita. Me pergunto se ela poderia ser usada para terraformação…

  • Lizard girl encheu tanto meu saco com esse assunto que eu até perdi a vontade de pensar nele. Mas vamos lá ouvir só pq tá no MFC.

  • OLucasConrado

    Tá ligado que a ANAC tá colaborando com a proliferação dos chemtrails, né?

    Hoje em dia, quem despacha até 23kg de bagagens não paga pelo despacho. A partir de 2017, eles querem cobrar por qualquer volume despachado. Com isso, menos gente vai despachar bagagem e, teoricamente, os aviões vão voar mais leves…

    Mas nós sabemos que esse peso a menos vai ser substituído por tonéis dos produtos químicos e biológicos dispersados no ar nas chemtrails!

    Só não ver quem não quer!

    (sarcasmo máximo ligado)

    • OLucasConrado

      Agora falando sério, sempre que rola um terremoto grande, falam que foi causado pela HAARP. Aí a gente pega a lista dos países onde esses terremotos ocorreram. Haiti, Itália, Japão, Chile. Sério, qual seria a intenção dos EUA em destruir esses países.

      Tipo o Chile, quem no mundo odeia o Chile? O Chile me levou uma namorada e eu amo o Chile. Tá, peruanos, bolivianos e argentinos não gostam muito, mas o Peru, Bolívia e Argentina têm uma ligação tão grande assim com os EUA pra falarem “aí, ianque, faz a terra tremer ali em Santiago só pra dar um sustinho?”.

      Essa é daquelas conspirações que pra mim é loucura.

  • Bugu

    Sempre quis saber sobre o HAARP mas sempre tive preguiça de procurar.

  • Marcelo Vignaga

    Comentaram no Cast pela Tupá, sobre depressão em animais. Só pra confirmar, meu cão “Ted” toma fluxetina para depressão à uns 4 anos, e tem que tomar até o final da vida. Recentemente ele ficou uns 5 dias sem tomar, por questões gástricas, e era muito triste de ver, ele só ficava encolhido em um canto, não queria comer, nem latir, eu achei que ela ir morrer, depois consegui dar novamente a fluxetina e ele voltou ao ser ativamente normal.

    • Eita! :(

    • Cachorros que mordem demais acho que podem ser diagnosticados com depressão tbm, não?

      • Marcelo Vignaga

        O meu cachorro chegava vomitar de tão bravo que ficava com as pessoas que passavam na rua, ai um veterinário especialista em cachorros diagnosticou esse comportamento como depressão. Tomando a fluxetina ele fica com o comportamento normal.

  • Marcelo SEP

    Rapaz… Guizão no mundofreak!!! Que bacana!!! Nem ouvi, mas sei que vai ser épico.

    • Fala, ouve primeiro antes de falar essas coisas. Vai que eu decepciono.

      • Marcelo SEP

        É… sua participação foi boa, mas não foi lá… Grande Coisa kkkk
        :P