Mundo Freak Confidencial 126 – As bruxas de Salém

Um grande julgamento se inicia no ano de 1692, nos Estados Unidos. ‘As bruxas de Salém’ é um dos maiores casos de perseguição à bruxaria e feitiçaria da história, sendo até hoje uma das maiores vergonhas jurídicas já documentadas.

Em mais um episódio do Mundo Freak Confidencial, o investigador Andrei Fernandes, Ira Croft, Tupá Guerra e Juliana Ponzilacqua viajam no tempo para tentar entender o que aconteceu naquela fatídica época em que pessoas foram mortas pela presença invisível de satã.

Download do episódio compactado em formato RAR. Clique aqui com o botão direita e selecione “Salvar Link Como”.

 

1111

 Comentado nos recados!

 Comentado no episódio!

banner

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

43 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Augusto Ganzert

    Primeiro a comentar! hahaha Grande coisa… rsrs

  • Nilton Silva

    Muito massa parabens!!!

  • EsterBN

    Ótimo programa pra esquecer da mente um pouco o Enem. Obrigado Mundo Freak!!!

  • Sir Jones Kast, Ph.D.

    WTF? Tem uns 15 novos podcasts em menos de uma semana desde o último, MFC125…que foi isso?

    • Começa pelo criptologia, beijos de lux.

      • Sir Jones Kast, Ph.D.

        Ô benino nino…tem uma ordem a ser seguida? Eu non sabia!
        Tô baixando todos, tentarei ouvi-los ainda hoje,

    • Ira Croft

      Aqui piscou, leva podcast na cara!

      • Sir Jones Kast, Ph.D.

        Sendo seus, só posso dizer: Que delícia!
        Quero mais!

        • Ira Croft

          hahahahahhaha <3

  • Keilla Teixeira

    Sou louca pra achar uma edição em português do livro. Se alguém souber onde acho me mandem links

  • Quem?

    Mundo Tambor Confidencial!!

  • Quem?

    Aguardando o Programa de hoodoo ou kiumbanda… pra honrar o tambor!!

  • Quem?

    Porra, olha a música que eu achei essa semana… Podia ter um episódio sobre a organização, podia n?

    https://www.youtube.com/watch?v=MEQALhCN-Es

  • FHC

    Do jeito que anda a coisa daqui a pouco vai ter gente sendo acusada de bruxaria também no Rio. cof *crivella cof, cof.

    • Pois é… essa inclusão religiosa política em vários estados está me dando medo…

      • FHC

        Fica ligado, o Macedo quer lançar um presidente pra 2022, tá no livro dele “Plano de Poder”.

  • Andrei, ainda estou procurando a meta de Pescandor Andrei Parrudo no apoia.se

  • Tituba de mesquita?
    Esses extras aeuhaeuuheaea

  • Tupa Guerra

    Só deixando uma errata aqui. Não eram 92 teses de Lutero, eram 95!

  • Abraão Marques

    Me emocionei ouvindo a Tupá falando da criança que foi julgada :( Cast ficou maravilindo, e obrigado por me citarem seus lindos, é muito doido ouvir seu nome NO MEIO do cast hahaha <3

  • Gabriel Almeida

    Acho que um ótimo lugar pra ver o q significa uma sociedade puritana é o livro “A Letra Escarlate”. O livro é escrito por um cara de Salém e conta da sociedade uns 120 anos depois dos eventos de Salém. E nele uma mulher é completamente expurgada da sociedade por ter tido uma filha fora do casamento. E como a sociedade considera este o pior crime possivel

    Além disso tem um momento no livro que ele faz uma referencia as bruxas que em uma madrugada uma velha que é bruxa convida a personagem principal pra assinar o pacto com o diabo.

  • Angel Fatal

    Impressionante como toda essa história de Salém, por causa dos filmes e afins, parece ser algo tão fantasioso e distante, mas que na realidade foi algo horrível, e que ainda ocorre de certa forma.

    Que observação interessante essa de que esse “ritual” que algumas pessoas fazem com Santo Antônio são na realidade magias.
    Nunca tinha parado pra pensar nisso, mas analisando agora, a maioria (se não todas) aquelas famosas “simpatias” que as pessoas mais idosas tem costume de fazer, poderiam ser consideradas magias ou bruxarias.
    Até porque, até onde eu sei (me corrijam se eu estiver errada), no catolicismo não existe esses tipos de rituais, no máximo a comunhão, a novena, e rezas em geral.

    No fim #SomosTodosBruxas

    Tupá Rainha ozotro nadinha!
    Ju Ponzi minha bitch!!! ;) <3 #PatraozinhaDaJu

  • Nyell Quantos

    De um ponto de vista histórico, seria interessante analisar culturalmente esses eventos brutais, para traçar uma linha até os dias de hoje, talvez de para analisar as principais motivações iniciais, e as motivações que perduram até hoje.
    Em 1992 temos o caso das bruxas de Guaratuba, onde as duas mulheres foram acusadas de assassinar um menino de 6 anos, e oferecer partes de seu corpo em sacrifício a “Exu”. Elas foram “sequestradas” (sem mandado de prisão) uma delas foi violada sexualmente por cinco torturadores, tomou choques elétricos e padeceu de sessões de afogamento (e só mais tarde descobrindo-se, que era a irmã errada que eles aviam tomado para “interrogatório”), por fim ela pedindo a outra acusada (sua mãe), que dissesse os torturadores tudo oque eles queriam ouvir… por fim, haviam motivos políticos por traz dos eventos, e questiona-se, se o corpo encontrado realmente era o do menino de 6 anos, que elas haviam sido acusadas de assassinar…
    Esse caso tem 24 anos, e envolve tortura, julgamentos com provas duvidosas, acusações rasas, e uma brutalidade com as duas mulheres que mesmo sendo inocentes ou culpadas, deveriam ter os seus direitos até tudo ser provado.
    300 anos antes acontece o caso das bruxas de salém… estamos fadados a como especie a repetir erros com os quis devíamos estar aprendendo?

    • FHC

      Esse caso das bruxas de Guaratuba é um relato triste e mostra que pouca coisa mudou, talvez o Brasil se encontre alguns passos atrás nesse assunto, mas não duvido que isso aconteça também nos EUA.
      Isso me lembrou que no episódio sobre o Caso São Carlos o Ivan citou essa história e como ela ainda não foi resolvida.

      • Nyell Quantos

        O caso meio que se encerrou em abril desse ano, com a acusada mais nova sendo condenada, já que a mãe dela passou dos 70.
        Parece que a Filha acusada não foi encontrada foi dada como foragida.
        Mas elas já foram condenas das e absolvidas antes, já foram presas, e soltas e presas em prisão domiciliar.
        Não quero ser presunçoso mas, esse caso daria um MFC ou talvez um Ponto-G? @Andreizilla @ira_croft

      • Nyell Quantos

        Sabia que já tinha trombado com vc nos comentários do MFC!

        • FHC

          Ahahahah! Se não fosse sua foto eu nem saberia quem é também

    • Aquaman, O Lego Emo

      É curioso que se assuste com magia, bruxaria, “Exú”, e não com torturar, dar choque e violentar pessoas, como o caso que você citou.

      • Nyell Quantos

        Poisé né é meio assustador, nesse caso das bruxas de Guaratuba, tem um momento em que, a acusada mãe, saía (por algum motivo que não lembro) para fazer alguma coisa para os policiais que a tinham sob-custodia/presa, em uma ocasião, a mulher olha para cima e elogia a lua cheia tipo: “a lua esta linda hj” ou algo do gênero. Os policiais ouvindo isso, jogaram se no chão gritando prendam a bruxa, cuidado com a bruxa… ela foi amordaçada e voltou a ficar encarcerada… mas quanto a tortura e a crueldade parece que não comove ou assusta…

  • Raul Peres Joanete

    Olha essa Tupá ouvindo Decrépitos :D

    • Nyell Quantos

      O vacilo esta embutido em nossas almas hereges e pecadoras!

  • Lucas Santana

    Sobre o senhor que foi acusado e foram esmagando ele com pedras e ele não respondeu nada além de “mais peso”, me fez ficar murmurando no meio da rua “que velinho foda, que velinho foda”

  • Bacana o episódio.

    Moro em Massachusetts, onde fica a cidade de Salem, e fui lá no mês passado. O turismo da cidade vive em torno deste caso e é interessante tudo por lá. O local dos julgamentos, os museus, as casas de alguns importantes personagens, o cemitério, etc.

    Recomendo a quem vier para estas bandas dos EUA.

  • Luiz Fernando

    Boa tarde.

    É possível lançarem os podcasts pelo soundcloud?
    O player que vcs utilizam não é muito satisfatório.

  • Episódio maravilhoso e esclarecedor! Obrigado.

  • Nabeshin

    Ótimo episódio como sempre. Vcs deveriam gravar um episódio sobre estigmatizados, é um assunto pouco falado e muito interessante.

  • Adriano Melo

    Muito bom o episódio. Recomendo ao pessoal assistir a série Salém, tem a maioria dos personagens citados no cast mas o plot principal não gira em torno de duas famílias poderosas, é praticamente uma versão beliver do que pode ter acontecido. A primeira temporada é interessante mas a segunda já não achei tão legal…
    Gostaria de aproveitar o comentário e dizer que cada vez que ouço a voz da Tupá sinto algo estranho, algo bom, difícil de explicar. Já a outra doida lá da voz rasgada me dá um pouco de medo… Abraço a todos.

  • Pescador Parrudo

    As primeiras pessoas acusadas foram: uma negra escrava, uma pessoa com status social baixo e uma pessoa cujas decisões eram vistas com maus olhos pela comunidade da época.
    Andrei comentou sobre a atitude do Datena ser um resquício disso hoje em dia.
    Eu vou mais longe, digo que atualmente ainda acontecem coisas muito semelhantes, e no judiciário.

    É o caso de estupro de vulnerável. A garota de 13/14 anos perde a virgindade com um namoradinho, os pais descobrem que a menina não é mais virgem (algumas vezes até engravida), ela fica com medo de contar pros pais e diz que foi estuprada pelo porteiro, pelo zelador, ou por aquele cara mal visto no bairro. E o cara é condenado e preso, com a seguinte fundamentação: “Tendo em vista ser esse um crime que acontece na clandestinidade, a palavra da vítima é de relevante e vital importância probatória para o caso, sendo desnecessárias provas a mais.”
    E esse tipo de coisa acontece MUITO, com mais frequência do que se imagina, é só pesquisar, vai encontrar muitos casos do tipo.

    Ou seja: Se uma garota de 13/14 (ou menos) diz que alguém a estuprou, mesmo que não exista NENHUMA prova, e o acusado não tiver como provar que isso não aconteceu, ele vai ser condenado e preso, baseado apenas na palavra da menor. Simples assim. Se a garota disser: “Ele me estuprou”, você tá fudido. Existe essa presunção de veracidade ridícula que entende que menores de idade nunca mentem. A pessoa já chega no julgamento não como inocente, mas como culpado, da mesma forma que acontecia naquela época.

    Não sei qual é o pensamento das pessoas sobre isso, principalmente por ser uma situação muito delicada (assim como eram os casos de bruxaria da época), mas, pra mim, é algo muito semelhante: pessoas sendo condenadas sem provas, baseado apenas na palavra de uma criança/adolescente. E isso acontece SIM. Sei que não é um assunto fácil, que o politicamente correto diz que o certo é ficar do lado da(o) menor que sofreu a violência e tudo o mais… Mas será que essa violência aconteceu MESMO? Será que é justo condenar alguém baseado apenas na palavra de um(a) menor? Era justo antigamente? É justo hoje em dia?

  • Adriano Melo

    Pra quem curtiu o cast eu recomendo a série “Salem”. A primeira temporada conta a história de um ponto de vista biliver e tem vários personagens da história real.