Artigo

A Máquina do Fim do Mundo é russa e pode explodir a qualquer momento

O Monte Yamantau fica ao sul dos Montes Urais, na região de Beloretsk, na República do Bascortostão. Com uma altitude de 1.640 metros, fica a aproximadamente 1.400 quilômetros a oeste de Moscow, em uma região desolada. Segundo cientistas, estudiosos e militares esse é o local onde fica a versão russa do “Doomsday Device” … a “Máquina do Fim do Mundo”.

yams.xapA desconfiança nasceu do fato dessa montanha estar muito próxima de um dos principais laboratórios russos de armas atômicas, além de ter não apenas uma, mas duas cidades fechadas (Beloretsk-15 and 16) em suas imediações, que são instalações militares permanentes com população civil de trabalhadores, além de ser servida por aeroporto, estradas de fecho, rodovias. Um local mergulhado no mistério.

Quando questionado sobre o local, as repostas dadas pelo Governo Russo não ajudam nem um pouco a desvendar o mistério. Já foi dito que se trata de uma área de mineração, onde ficam armazenados tesouros russo, área de estocagem de alimentos para o caso de catástrofes naturais e até o bunker para os líderes russos em caso de necessidade.

Vista de cima vê-se apenas instalações, cidades, estradas e aeroporto, mas acredita-se que dentro da montanha haja uma instalação militar com pelo menos 650 quilômetros quadrados, onde estão armazenadas dezenas de milhares de ogivas termonucleares cobertas de milhares de toneladas de um isótopo de Cobalto extremamente venenoso, ou seja, uma gigantesca “bomba suja” (arma que combina material radioativo com explosivos convencionais, cuja finalidade é matar por contaminação radioativa).

mountyamantaw_1-tm

Especula-se que a ideia por baixo do Monte Yamantau é mortalmente simples. Tudo é controlado por um tipo de computador que nunca pode ser desligado ou alterado de forma alguma, um “gatilho do homem morto”, que em caso de ataque nuclear à Rússia detonaria as bombas nucleares estocadas na montanha liberando uma gigantesca nuvem de poeira radioativa que em poucos dias cobriria o mundo e se depositaria em plantas e animais causando sua morte em questão de semanas e, posteriormente, contaminação radioativa em nível nuclear por milhares de anos.

Essa base começou a ser construída no auge da Guerra Fria, como uma garantia de que caso a ex-União Soviética perdesse a 3ª Guerra Mundial ninguém mais no planeta sobreviveria.

É realmente preocupante imaginar que tudo isso pode ser verdade e que por conta de uma falha em tal computador ou de alguma outra coisa o mundo possa ser condenado a extinção radioativa.

Para saber mais sobre esse assunto, o investigador Charles Dias indica esse ótimo site.

Fontes: Viewzone, Listverse, Tmq2, Melgibstein

nuclear-weapons-us

MUNDO FREAK NO APOIA.SE