Os Misteriosos Caixões da FEMA

Você provavelmente nunca ouviu falar da FEMA … ou talvez tenha ouvido menção em algum filme, mas sem prestar maior atenção a essa sigla.

FEMA (Federal Emergency Management Agency) – Traduzindo para o bom português significa Agência Federal de Gestão de Emergências. Essa é uma agência do governo dos EUA, subordinada ao Departamento de Segurança Interna, cujo objetivo principal da FEMA é coordenar as respostas a desastres que ocorram nos Estados Unidos e que superem os recursos das autoridades locais e do estado.

É sabido que os norte-americanos são bastantes ressabiados com seu governo federal, paranoia que tem raiz na guerra de independência dos EUA, o qual gosta bastante de usar o “secreto”, portanto não é de se estranhar que muitos por lá fiquem com a pulga atrás da orelha com os vastos depósitos por todo país de grandes caixas plásticas que lembram muito a … caixões.

Esse mistério nasceu nos anos 90, quando websites de teorias conspiratórias publicaram artigos mostrando e questionando os pátios com milhares de caixões especiais de plástico espalhados pelo país. Como esses pátios estão sob controle da FEMA, logo ligaram isso aos planos de “internment camps” da agência. Esses “internment camps” seriam campos montados pela FEMA em caso de grandes desastres para atender vítimas civis.

“Por que o Governo Federal preparou planos para esses campos e já encomendou tantos caixões?” era a pergunta feita então que, claro, mereceu apenas uma resposta evasiva da FEMA.

Com o tempo esse mistério perdeu popularidade e foi meio esquecido. Recentemente ganhou novo interesse quando foi a público, discretamente a “administração Obama” encomendou mais 1 bilhão de dólares de novos caixões para a FEMA … é muito dinheiro para comprar muitos, mas muitos caixões.

Imagem: www.metabunk.org

Imagem: www.metabunk.org

As características técnicas desses caixões são muito específicas, o que põe outra pulga atrás dos teóricos da conspiração norte-americanos. Vejamos algumas:

– Foram desenhados para serem facilmente armazenados em grandes quantidades.

– Fabricados com um tipo especial de plástico que garante dos caixões poderem ser armazenados ao ar livre sem danos por mais de 100 anos.

– O tamanho é suficiente para armazenar até três cadáveres humanos adultos.

– Reforços internos que permitem serem enterrados no dobro da profundidade usual sem risco de rompimento ou vazamentos por mais de 100 anos.

– Desenhados para serem de fáceis manuseios.

Milhões desses caixões por todo o país significam apenas uma coisa … o governo federal dos EUA estão se preparando para uma possível necessidade de enterrar fácil e rapidamente muita, mas muita gente. E o que poderia causar tantas mortes em tão curto espaço de tempo que demandaria enterros coletivos (são três cadáveres por caixão)? Daí nasceram várias teorias:

– Mortes em massa resultantes de alguma hecatombe biológica causada por algum vírus mortal de contaminação aérea;

– Mortes resultantes de levantes civis (revoltas, revolução, …).

– Mortes resultantes de ataques terroristas com armas de destruição em massa (biológicas ou nucleares).

– Mortes resultantes de cataclismos envolvendo queda de meteoros massivos ou mesmo invasão alienígena.

O governo norte-americano, claro, nega tudo e rotula tais teorias como bobagens, afirmando que tais caixões são apenas envoltórios externos para caixões tradicionais de madeira para serem usados em cemitérios próximos a lençóis freáticos a fim de evitar a contaminação das fontes de água potável do país … só que ninguém acredita nisso, inclusive o investigador Charles Dias que bem que gostaria de dar uma olhada de perto num desses pátios de caixões plásticos.

Fonte: http://www.snopes.com/politics/conspiracy/femacoffins.asp

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

41 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]