Mundo Freak Confidencial 58 – Casos Insólitos 5

Mais casos insólitos para delírio da nação. Hoje falaremos sobre o enigmatico The Hum, as ruínas da misteriosa cidade Mohenjo Daro e o exótico OVNI do Morenão. Venha com a gente conversar sobre as loucuras.

O investigador Andrei convida os investigadores Rafael Jacaúna e Igor Alcantara para conversar sobre esses mistérios!

Como anunciamos no podcast, agora teremos parceria com o Taberna Cultural! O Freak Out será no Sarau de Mistérios III organizado por essa galera batuta, acesse o link do evento para mais detalhes!

Sorteio do Novo Livro do Igor Alcantara MUTUWA! Compartilhe o Post do Facebook desse episódio com a hashtag #MutuwaMFC para concorrer. 

Comentado na leitura de feedback

– Grupo do MFC no Facebook;

– FREAK OUT – SARAU DE MISTÉRIOS! COMPAREÇA!

Comentado no Episódio

– Ovni no Morenão;

– Compre Mutuwa, o novo livro do Igor Alcantara;

– Alguns registros do The Hum: 1, 2 e 4;

– Site da pesquisa e registros do The Hum;

 

banner

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

83 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Aslanterna Verde

    Ninguém comenta, para eu ser o segundo, e fazer a piada batida… VASCOOOO!!!
    #xatiadu

    :P Baixando para escutar amanhoje…

  • Roberto Botelho

    Andrei não dá mancada, esse vídeo do ovni do morenão nunca foi do morenão, não existe vídeo do óvni do Morenão!

    • Roberto Botelho

      O Caso do Ovni no Morenão é verdadeiro, o vídeo só alguém aproveitando a fama do caso criou vídeo fake para youtube.

  • Roberto Botelho

    O Caso do Ovni no Morenão é verdadeiro, o vídeo só alguém aproveitando a fama do caso criou vídeo fake para youtube.

  • Vitor Urubatan

    #WeAreAshtar

  • Agatha Gonçalves

    #WeAreAshtar

  • Peixe-Gato:Pet do Nerd Reverso

    “O investigador Andrei convida os investigadores Rafael Jacaúna e Igor Alcantara para conversar sobre esse o mistério de Croatoan.”

    Dando Ctrl+c,Ctrl+v, Andrei? Êêêêêê, Roger…Êêêêêê, Roger! Não tá vendo a chamada repetida vindo não?

  • Peixe-Gato:Pet do Nerd Reverso

    #WeAreTheChampions

    Não,não! Perdão!

    #WeAreAshtar

  • Hey Freaks,

    a família da minha colega de trabalho é de Campo Grande, e disse que o que foi visto era maior e mais cheio de luz do que esse video mostra. Que muita gente viu e que era algo que não tem como negar.

  • Agatha Gonçalves

    Só eu fiquei olhando pra vitrine esperando ver alguma coisa?

    Acho que nunca falei isso, mas eu adoro a abertura do Mundo Freak, adoro mesmo!

  • Whatsapp do Costinha

    #WeAreAshtar

  • Whatsapp do Costinha

    O jogo tava tão chato que tinha nego procurando dico voador durante a partida

  • Agatha Gonçalves

    O Igor me faz desanimar de continuar ouvindo as histórias. Porém, do mesmo jeito que ele disse que era isso ou aquilo, o que ele encontrou também pode estar errado.
    Não acredito em tudo o que foi dito (quase nada, na verdade), mas não tem nenhum geólogo aqui para dar certeza de nada, que foi lá e estudou como o Jacaúna mesmo disse.

    Beijos

    • Desculpa Agatha, às vezes eu penso em deixar passar batido alguma coisa, mas é meu papel expor o outro lado.

      Sobre ninguém de nós ter ido lá, é verdade, mas existem artigos de diferentes especialistas que foram lá e mostraram a farsa, incluindo as próprias pessoas que descobriram os artefatos. É a palavra deles contra a de ufólogos que nem se deram ao trabalho de analisar direito o material. Eles, os cientistas, tem evidências e tudo está documentado. Os ufólogos só tem as teorias deles, mas o papel aceita tudo, até mesmo Ashtar Sheran.

      • Vitor Urubatan

        Rsss não cara, pelo amor de Ashtar ou quem quer que seja, não deixe nada para trás. A graça para mim está justamente pode ver o outro lado da moeda.

      • Agatha Gonçalves

        Não precisa se desculpar, que isso. Só me desanimou um pouco, mas faz
        parte do seu “trabalho” fazer esse tipo de citações e pesquisar a fundo
        as coisas.
        Tem casts que adoro sua participação, tem casts que não e isso não acontece só com você, acontece com todos os participantes e não só no Mundo Freak haha
        Foi só uma opinião :)

    • Vitor Urubatan

      Rsss eu discordo um pouco Agatha.
      Mas entendo seu ponto de vista, pois eu também sinto um banho de água fria quando nosso integrante mais “cético” traz eventos que contradizem as teorias mais “interessantes” ou as que achamos mais empolgantes.

      Ainda sim é sempre legal deixar um espaço para a imaginação criar.

      • Agatha Gonçalves

        É interessante a discussão, mas só me desanimou. PRA MIM, Agatha haha

        • Vitor Urubatan

          Rsss nada querida, de boa.
          É um balde de água fria mesmo. Eu concordo com você nesse ponto.

          Quando a história está ficando legal, chega o Igor e ai vem aquele “Aahhh…”

          • O Andrei vai acabar me demitindo. rss

          • Vitor Urubatan

            Rsss não vai não.
            Você assim como o Leo e outros membros são indispensáveis para a harmonia da discussão.

          • Agatha Gonçalves

            hahaha que isso, não vai não. Nem deixaremos que isso aconteça.

          • Jones Gonçalves

            Se não houverem os dois lados não há discussão, e é a discussão que mais interessa, saber dos diferentes pontos de vista, mas que dá um banho de água fria isso dá!

    • Priscila Guerrero

      Já eu fico ansiosa pelas explicações do Igor. rsrs Gosto muito. :D

  • Whatsapp do Costinha

    Devia ter publicado a explicação do SS Ourang Medan ontem. Ninguém deu atenção

    • Vitor Urubatan

      Explicação?

      • Whatsapp do Costinha

        Leia lá

        • Vitor Urubatan

          Beleza.

        • Vitor Urubatan

          Foda velho! A partir de agora é a versão que acredito!

  • Vitor Urubatan

    Rsss eu pessoalmente gosto muito da presença do Igor no cast, adoro a reviravolta quando o mesmo apresenta o outro lado da coisa. Dando situações mais plausíveis sobre os eventos citados.

    Embora estas possibilidades mais plausíveis também estão dividindo espaço na probabilidade daquelas situações um pouco mais “fantasiosas” ou menos prováveis.
    Ainda sim mesmo com o tapa na cara que nosso caro integrante faz durante toda a citação da história, acho que é válido abrir a mente para todo o tipo de possibilidade.
    Esse exercício de imaginação que promove muitas das histórias e personagens que crio.

  • Whatsapp do Costinha

    Esse zumbido é muito bizarro. O foda é que ele é PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL de ser gravado e estudado

  • Ronaldo

    Morenão em Cuibá no Mato Grosso Naaaaaaoooooo Morenão fica
    em Campo Grande Mato Grosso do Sulll. Parabéns pelo podcast
    sensacional. Inclusive tem um documentario que fala um pouco sobre o ocorrido https://www.youtube.com/watch?v=SDk1xGrLM4A

  • Peixe-Gato:Pet do Nerd Reverso

    Quando eu li “OVNI do Morenão” imaginei o Michel Clark Duncan em cima de um disco “avuador”.

    • Vitor Urubatan

      Rsss com a roupa do “Espera de um Milagre”.

  • Ronaldo Bairus

    Achei um vídeo de 20 min sobre o caso do Estadio do Morenão
    https://www.youtube.com/watch?v=OLzlKiDUfWY

  • Keyser Söze

    Esse povo q preferem acreditar no q é mais interessante do q no q é mais plausivel. Igor é foda, pseudociência não passará.

  • Agatha Gonçalves

    Eu só dei minha opinião e já ficam de indiretinhas.
    Não comento mais nada e todo mundo fica feliz.

    • Quem ta de indiretinha?

    • Vitor Urubatan

      “…Dont worry about a thing, cause every little thing gonna be all right…”

    • Não deixe de comentar não. Aqui no MF é só amor. Céticos e Believers se unem sob a luz loura de Ashtar.

      • Vitor Urubatan

        Rsss estou contigo velho.

  • Keyser Söze

    Rafael

    A ciência diferente da crença está aberta a novas ideias e se for pra se refazer que seja. Todos temos ideologias, ninguém é imparcial, por isso ela necessita de inúmeras pesquisas por inúmeras pessoas em inúmeras épocas.

    “ah, em estudos de hoje em dia ainda citam Platão” – primeiro, se até hoje ideias tão antigas ainda forem aceitas não tem problema em citar, segundo, nas exatas quase não vejo essas citações em artigos, em livros onde requer uma contextualização do assunto vejo essas citações pois requer demonstrar a evolução do conhecimento.

    “e Freud” ainda é uma piada pros cientistas.

    Ser cético não é ser ateu e ser ateu não é ser cético, conheço muito ateu conspiracionista.

    1 – Acreditar em aliens ou civilizações antigas com poderes atômicos dito por conspiracionista.

    2 – Não acreditar em cientistas que foram no local, escavaram, analisaram o material em laboratório por diversos profissionais, apresentam os resultados, cujo são analisados por vários outros cientistas e não é refutado.

    Não, o cético não acredita no cético, apenas no que não da vontade de rir.

    Abrs, vc ainda ta no meu coração <3

    • Rafael Mesquita Jacauna

      Contextualização. Não entendi os motivos do comentário depois da metade, mas abraços.

  • Jonathan First

    Caraca, tem uma mensagem subliminar ph*da nessa página.

  • Jones Gonçalves

    Buenas Tchê, as vezes o Igor deixa a gente meio desanimado com as coisas, três casos diferentes, três vezes que pensei comigo agora vai, e três vezes que o Igor mandou minhas esperanças por terra! Tentando busca mais sobre este caso da explosão acabei encontrando algo sobre uma peça de alumínio com 20.000 anos, coisa que o alimínio só foi descoberto em 1800, mas sei que não deve passar de uma nova galhofa, daqui a pouco vem o nosso cético de plantão desbancar este achado também, ainda mais que vi isso no meio de artigos sobre os Deuses Astronautas junto com um monte de baboseiras. Bom, depois de tudo que foi discutido não tenho nada mais a falar, deixar assim né! Abraços a todos.

    • hahaha. Foi mal cara. Mas não é para perder o fascínio sobre o desconhecido. É também fascinante saber que existem outras explicações para os fatos.

      • Jones Gonçalves

        Ah cara, eu ainda tenho esperança de que vai aparecer um dia alguma coisa que não se poderá explicar tão facilmente kkkkkkkk

        • Eu também. Eu quero acreditar, mas precisa ser algo de verdade.

  • Whatsapp do Costinha

    O que? Kickstarter? Acólitos? Onde assino?

    • Em breve Catarse, para a alegria de Ashtar.

      • Whatsapp do Costinha

        E a parada de acólitos? Se for pra ser alcoólico, eu já tô dento

  • Diogo Soares Pinguelli

    Boa tarde Freaks,

    Primeiramente, parabéns pelo trabalho, descobri o cast essa semana, como sou fanático por mistérios e é muito dificil achar podcasts interessantes sobre os assuntos aqui citados, fiquei extremamente feliz com essa descoberta.

    Comecei a fazer uma maratona de todos os episódios, estou ouvindo na ordem e desde terça consegui chegar até o episódio 20B, pois tenho um pouco de TOC e não consigo ouvir as coisas fora de ordem, mas como estava com muita vontade de comentar e fiquei com medo de vocês não lerem os comentários feitos em posts de um milhão de anos atrás, tive que me esforçar muito para sair da ordem e ouvir o episódio de hoje.

    Graças a deus o fiz, pois os tópicos comentados foram bastante interessantes, já tinha procurado informações sobre Mohenjo-Daro mas nunca tinha achado nada de muita relevância, e com o programa, consegui sanar algumas de minhas dúvidas, mais uma vez, obrigado.

    Como ainda não ouvi todos posso estar cometendo uma gafe pedindo pautas ja feitas, mas o que vocês acham de fazer um cast sobre as Linhas Nazca e as pedras que se movem no Vale da Morte?

    No mais um abraço pra todos vocês e continuem com o ótimo trabalho que vem sendo feito.

    TRUST NO ONE.

    #TeamBelievers

  • OMG…. OMG…. OMG….

    Fiquei assustado com a quantidade de baboseiras que o Sr. Igor Alcantra disse nesse episódio.

    Vamos lá explicar cada caso:

    1° Caso – É óbvio que o que foi avistado foi uma nave. E não uma nave de qualquer alienígena trivial. Foi a nave do Grande Senhor da Luz Ashtar Sheran! Prova disso é que pouco tempo depois as pessoas começaram a gravar em suas fitas k7 as tão famosas mensagens de Asthar dos anos 80. (sim, esse fato é uma prova. Não estou conectando 2 casos aleatórios para justificar minha argumentação).

    2° Caso – “Micro terremotos no fundo do mar”? Sério mesmo Igor? Se fosse isso o terremoto que causou o tsunami no Japão teriam feito um barulho gigantesco. Esse ruído é criado pelo Haarp. Mas não o dos americanos, é o Haarp russo que causa esse ruído, pois foi construido com peças de qualidade inferior, assim as micro-ondas emitidas para a ionosfera emitem uma vibração que em contato com o ar gera esse ruído. Mas nada prejudicial a saúde humana.

    3° Caso – Ok Igor, você quer que eu confie em arqueólogos, que dizem que foram até o local e supostamente dizem que nada aconteceu. Se isso é verdade porque esses ‘especialistas’ se escondem? Se eles não estão mentido porque não vão para a televisão e falam abertamente para a massa tão faminta de conhecimento? Os pesquisadores do “Alienígenas do Passado” não tem o que esconder, vão para a TV e explicam ao povo o que aconteceu, sem medo, com a verdade sendo seu único escudo contra os céticos de plantão!

    É isso pessoal, espero ter trazido um pouco de luz à escuridão que os comentários falaciosos do Sr. Igor trouxeram para esse podcast!

    Beijos de Luz a todos!

  • Vamos ver se ta bom =]

  • Jocieli Zuchi

    Olá galera do MF, primeiramente devo dizer que não gostei muito dos casos hoje, meio fraco, meio qualquer coisa ( deixando bem claro que não estou falando dos participantes ou edição que estavam primorosos como sempre ). Mas Andrei supernatural é tão ruim que chega a ser bom hahahhaha, é aquele amor incompreendido que você sabe que é ruim mas tu não larga o osso LOL. Segundamente tenho uma história pra contar pra vocês que acabei lembrando enquanto vocês liam o “Email critica “, em 2010/2011 por ai foi lançado no you tube um podcast dos Poligonautas chamado Off topic que tratava de assuntos sobrenaturais e misteriosos, na época os podcasts não tinham muita força nem tanto trabalho envolvido, o esquema eram dois amigos e um convidado em um papo de buteco falando de assuntos escuros e até meio galhofados, não tinha trilha sonora, apenas o barulho de fundo de games plays que eles upavam em videos e também não havia muito cuidado em dar detalhes rigorosos e tudo mais. Porém esse podcast feito com carinho, esforço e pautas interessantes para esse meio dark das webs tinham uma média de visualizações muito boa 50/60 Mil por epi até que … Os integrantes começaram a mudar a perspectiva do canal para assuntos pop e tudo mais, além das acusações infundadas de plágio e blá blá blá. É uma historia triste porque o podcast parou de ser feito e ele tinha um identidade muito única e bacana e eu como interessada em bodes e pentagramas fiquei órfã desses assuntos até chegar o Mundo freak ( essa delícia de sucesso) por isso acho que a comunicação entre os produtores de conteúdo e o público deve ser discutida e avaliada, não é sempre que a pauta/opiniões vão agradar a gente e isso é natural, por isso que eu adoro o mundo freak porque aqui eu sei que a galera leva em conta o que dizemos nos comentários, elogios e criticas, obrigado galera por tratar a gente com tanto carinho e respeito ^-^ #VidaLongaAoMFC O/. Pois bem … Eu estava pensando que talvez se tivesse uma participação especial entre Off topic e MFC seria muito épico u.u acho que os dois programas combinariam muito bem. #FicaAFica. Obg pelo programa, foi um prazer inenarrável estar na presença de vocês durante essa pequena 1 hora e uns quebrados ;)

  • Alisson André

    Sou de Campo Grande-MS, e esse estádio não é o Morenão.

    #WeAreAshtar

  • Victor Coutinho

    Tá certo que ver esses casos malucos é muito phoda, mas poxa, a parte de desconstruir o caso num olhar cético é tão mais legal :/ Não sei do que esse povo tá reclamando hahahahaha

  • Ricardo A. Santos

    Olá Arquivo X dos podcasts ! Sim eu fui aluno do Igor na faculdade, até ganhei o livro o Dia em que Deus Chorou dele, de uma promoção que ele fez no canal do Youtube dele. Sou Cético, apesar de ter um lado que quer acreditar (mais que na maioria das vezes não dá para acreditar), e larguei Supernatural depois da 5ª Temporada. Concordo com que Andrei disse sobre a série, mas ela era divertida sim, mas foi perdendo o terror e elementos interessantes aos poucos até se tornar mais uma série adolescente comum da Warner. Sobre os casos:

    1- Acho que criei uns três plots de história, depois de ouvi o podcast,então parabéns para vçs !

    2- O primeiro caso é um fato bem conhecido no meio ufólogo, apesar desse vídeo bem fake ! Mas a grande pergunta nesse caso é Ashtar é Vascaíno e foi ver o jogo ? #WeAreAshtar

    3- O segundo caso, acredito, que são pessoas com alto grau de audição, que escutaram uma faixa de som que o homem comum não capta com seus ouvidos.

    4- Apesar de achar esse caso meio fake, acho valida a teoria do Jacaúna sobre existirem civilizações mais antigas do que as que conhecemos hoje !

    Bem é só isso, abraços a todos !

  • Victor Coutinho

    Ah, e sobre o meu comentário no episódio de Croatoan kkkkkkkk puts, ficou meio zoado. O que um dos links que eu deixei dizia era sobre os supostos descendentes (realmente pouco plausível, como vcs disseram). O OUTRO link era o que falava do E. A. Poe, e dizia que ele supostamente teria morrido em delírio, sussurrando a palavra Croatoan.
    Aqui o parágrafo original:
    But none of this really explains the significance of the carving of the word “Croatoan” on that post or the fact that the same word has accompanied inexplicable disappearances in North America in the last few centuries, often in places far away from Roanoke Island. A few days before his death, and following a disappearance that remains unexplained to this day, Edgar Allan Poe was brought to his death bed in a state of delirium whispering the word “Croatoan”. The same word was found in other places at other times: scribbled in the journal of Amelia Earhart after her disappearance in 1937, carved into the post of the last bed that the celebrated horror author Ambrose Bierce slept in before he vanished in Mexico in 1913, scratched on the wall of the cell that the notorious stagecoach robber Black Bart inhabited before he was released from prison in 1888 never to be seen again, and, most disturbingly of all, written on the last page of the logbook of the ship Carroll A. Deering when it ran aground with no one aboard on Cape Hatteras in 1921 (not that far from what was once known as Croatoan Island).

  • Victor Coutinho

    #WeAreAsthar
    Nem sei se eu acredito, mas eu quero esse podcast hehehe

  • Abraão Marques

    Olá vocês, tudo bem? Conheci o podcast no fim do ano passado procurando algum material sobre Ufologia em audio e o google recomendou o primeiro episódio. A princípio percebi a boa intenção porém o episódio soou meio ‘amador’. Mas alguma coisa me prendeu ao site e resolvi dar novas chances. Cada dia desde então fico mais viciado ao conteúdo de vocês que já apagou o passado indie e hoje pra mim faz parte da categoria de podcasts AAA. Dito isso, tenho preguiça cada vez mais de escutar a leitura de emails com ouvintes mimizentos procurando o que reclamar, eu amo os episódios misticos como o de Tarot e até os mais históricos como o passado. Sem mais, um abraço a todos!
    PS.: Rafael, recolha sua insignificância ao falar do grande Vasco da Gama! O caso discutido no cast apenas comprova que o mestre estelar Ashtar Sheran é vascaíno: torcedor na derrota (#operariosucks) e na vitória (#chupaflamengo).

  • Marcos Vinicius

    N tenho nada a acrescentar sobre os casos, mas tenho algo a dizer sobre a discussão que surgiu na leitura de comentários.
    Sobre a suposta baixa aceitação do cast anterior número 57, quero dizer que foi um dos melhores, e a reclamação do nível de ceticismo não é válida. Por que?
    Se ouvirmos todos os mfc com ouvidos críticos e questionadores, vamos notar que, embora não seja a proposta/intenção dos envolvidos, o cast sempre tendenciou para o ceticismo, principalmente devido aos excelentes argumentos do Leo e do Igor nosso Cetiajim nível 4. Talvez uma disposição em uma pesquisa mais profunda dos belivers para desbancar, ou ao menosos enfraquecer os argumentos dos céticos, ajudasse nessa questão. Quem sabe talvez ler a pauta senhor Rafael.
    Sobre o carinho que o mfc dedica aos ouvintes.
    Isso aquece meu coração, acelera meus batimentos, me aflige e me conforta, me move, motiva, me sacrifica e tudo mais.
    O mfc me (faz por duas vezes já) enfrentar uma viagem de duas horas, dois ônibus um metro e uma baldeação, ficar sentado no chão por 4 horas, me mover pra finalmente escrever meu livro em torno e em homenagem ao seu universo, e sem eu ser, eu me sinto parte da equipe.

    • Eu também gostei muito do episódio 57, mas eu sou suspeito para falar. rss

  • Gabriel Almeida

    Acho que o titulo de pseudociência é horrível você caracterizara como inferior toda a vertente de pensamento que discorda. Pesquisa precisa de dinheiro, ai uma pessoa vai la e como disse o Rafael forja um dente de cachorro como o osso do elo perdido você tem verba pro resto da vida, se você é um cientista de nome todo mundo que vai contra sua teoria é mandado prum limbo de pessoas loucas que discordam do status estabelecido. A mesma coisa acontece com esses ufólogos se agarram a suas provas é pelo mesmo motivo essas provas permitem que eles arrumem verbas e fiquem famosos. Não sou muito velho mas já percebi que se tem uma coisa que humanos no geram gostam muito é dinheiro e de reconhecimento(massagem no ego) se der pra conseguir os dois melhor ainda.

    Sobre a cidade do Paquistão eu sei por que eles não permitem medirem radiação em seu território. Por que eles vivem em guerra com o India e tem bombas atômicas, Eu acho q isso é um motivo válido.

    • O nome pseudociência não é colocado para as áreas que os cientistas discordam, mas para as áreas que não se baseiam no método científico. Se uma área é baseada apenas no achismo e distorce as evidências, ignorando o método científico, ela recebe o nome de pseudociência.

      Para mim isso é algo simples. Usa o método científico de forma integral e se ampara em evidências? É ciência. Não usa? É pseudociência.

      • Gabriel Almeida

        Não tem nada de simples nisso. Apenas pessoas podem ou não usar um método, então se um cara que pesquisa por exemplo”Crop Circles” e faz isso usando o método cientifico chega a uma conclusão ou a nenhuma que seja, ele é um pseudo cientista? Não, não é só pq uma universidade não pagou a pesquisa dele ou pq uma revista não quis publicar não faz ele deixar de ser um pesquisador. Se um cientista “normal” forja dados ou algo do tipo ele é um pseudo cientista não importa quantos artigos ele tenha publicado.Isso é uma questão q varai de caso a caso. Não existe uma pseudo ciência existem áreas de pesquisas não reconhecidas.

        • Se um cientista frauda dados, ele é um mau cientista e um criminoso. É por isso que em ciência existe o conceito de “pair review”, onde o trabalho de um cientista é revisado por outro que não tenha nenhuma ligação com ele.

          O caso da pseudociência é que a pessoa pesquisa uma coisa e ignora as explicações mais simples, diretas e plausíveis e tenta encaixar sua teoria maluca meio que “na marra”. Muitas vezes ele não tem evidência nenhuma além de relatos de pessoas e ele só reporta os relatos que corroboram sua teoria. Não há base estatística alguma. Além disso, os poucos que dizem ter provas materiais, não deixam que a comunidade científica analise esses artefatos. Ele não quer que seu trabalho seja revisado.

          E usar um pouco de método científico ou um método adaptado de modo a eliminar o que possa te contradizer, não é ciência. Não adianta. Por mais que os pseudocientistas batam o pé, se você não se baseia na evidência e não usa de verdade o método científico, não é ciência. Não é, não é, não é e ponto final. Não é preconceito, é regra. Precisa haver regra para a coisa não virar bagunca.

          Posso dar inúmeros exemplos onde os fatos provam por A + B que algo foi fraudado, mas a pseudociência continua a negar. A diferença aqui é que quando algo assim ocorre na ciência, o tal cientista é execrado pela comunidade científica e sua teoria descartada.

          Exemplo: Os Crop Cicles. Quase TODOS os casos disso que foram descobertos, depois os próprios donos das fazendas onde eles foram achados admitiram que forjaram aquilo e até explicaram como fizeram aquilo. Disseram que era uma pegadinha. Mas MESMO ASSIM, esses casos continuam sendo citados por ufólogos.

          Outro exemplo, as Irmãs Fox assumiram anos depois que era um trote todo aquele lance de comunicação com espíritos, mas isso é ignorado por believers.

          Agora, me diz, como isso pode ser encarado como ciência? Não disse que não é conhecimento. Pode até ser, mas não é ciência quando as evidências são ignoradas para se manter as teorias. Isso está mais próximo a religiào do que a ciência.

        • Complementando: acho que você está confundindo os termos ciência com pesquisa. Um cara que pesquisa Crop Circles é um pesquisador. Ele será cientista se ele, por exemplo, usar o método científico para isso.

          Neste exemplo dos Crop Cicles, como já falei, foi demonstrado mais de 100 vezes (sem exagero) que é uma fraude e que os próprios autores assumiram isso publicamente. Se o pesquisador leva isso em consideração e assume que realmente é uma fraude, ok, podemos falar de ciência, mas não é isso que acontece.

          Outro exemplo é o de Alienígenas do Passado. Existe ZERO evidêcncia disso e INÚMERAS evidências do contrário. Então, se áreas de pesquisa que afirmam ser bem provável a teoria dos alienígenas do passado, mesmo contra as evidências, é SIM pseudociência.

          Os caras querem fazer as teorias malucas deles para vender programa de TV, livro, etc, OK, não vou julgar, mas também não queira ser levado a sério pela ciência de verdade.

  • Bom dia, esquisitos!

    Caras, muito bom o programa! Muitas histórias interessantes e que nos fazem pensar… acredito que a na maioria das vezes, as versões da pseudociência é muito mais fácil de se acreditar.

    Exemplo:

    Você abre uma caverna e, pela entrada do oxigênio que se mistura a algum composto químico, uma lâmpada se acende. É mais fácil deduzir que se trata de uma lâmpada que está acesa há 5 mil anos do que imaginar que uma complexa reação química tenha acontecido com a entrada do ar.

    O cérebro prefere a versão resumida.

    Outro exemplo, quando inventaram aquela história de que uma estrela gêmea do Sol, uma anã marrom, estaria em rota de colisão com a Terra, era muito mais fácil acreditar que estávamos predestinados ao fim do que compreender que o sistema solar está estabilizado. Que talvez falte um planeta para que tudo entre em equilíbrio, mas não uma estrela.

    E explicar o que diabos viria a ser uma anã marrom?

    De novo, é mais fácil acreditar que realmente existe um ciclo de 26 mil anos e que tudo se renovaria.

    Acho que a pseudociência vai por este caminho… encontrado “versões resumidas”.
    Só me faço uma pergunta: o que se ganha com isso?

    Abraços.

    aLx

  • Paulo Anderson

    Boa tarde,

    1 – ET no jogo do vasco – Et’s no jogo do vasco ….. eles não
    voltam mais na terra….!! :) Eu voto em arma desconhecida dos EUA ou asteroide,
    ET pouco provável.

    2 – RAM – Baixa frequência seriam frequências graves. RAMERS, em áudio, seria um
    defeito na reprodução. Esse ruído que he captado tem que estar entre 20hz e
    20khz, pois so entre essas frequências o ouvido humano consegue captar . Eu
    acho de verdade que pode ser um outro plano querendo se comunicar com a nossa
    sei lá. Se he possível atearem fogo produzir som seria blza.

    3- Mohenjo Daro – Tudo oq Rafael falou sobre vida inteligente na terra a muito tempo .. sempre
    pensei nisso tb acredito . mas sobre Mohenjo Daro acredito em meteoro mesmo.
    Sds,
    Fiquem com Ashta…. ;-

  • Paulo Anderson

    Boa tarde,
    1 – Et’s no jogo do vasco ….. eles não
    voltam mais na terra….!! :) Eu voto em arma desconhecida dos EUA ou asteroide,
    ET pouco provável.

    2 – Baixa frequência seriam frequências graves. RAMERS, em áudio, seria um
    defeito na reprodução. Esse ruído que he captado tem que estar entre 20hz e
    20khz, pois so entre essas frequências o ouvido humano consegue captar . Eu
    acho de verdade que pode ser um outro plano querendo se comunicar com a nossa
    sei lá. Se he possível atearem fogo produzir som seria blza!!.

    3- Tudo oq Rafael falou sobre vida inteligente na terra a muito tempo .. sempre
    pensei nisso tb acredito . mas sobre Mohenjo Daro acredito em meteoro mesmo.
    sds,

  • Hulk de Diadema

    #WeAreAshtar

    Igor, um dia você será visitado pelo Messias Dourado das Nebulosas Sagradas ™ e irá se regojizar no poder absoluto da loirice emanada!