Resenha

Resenha – Vingadores 2: A Era de Ultron – Entre erros e acertos, a fase 3 da Marvel se inicia

Esse texto não contém spoilers. 

O filme termina e as palmas eclodem. Meu espírito rabugento não gosta da breguice, mas entendo o público. Vingadores é mais do que um filme, é um evento. Mas diferente do primeiro, que fechou a primeira fase da Marvel, esse dá abertura para algo novo. Algo diferente.

O Marketing ainda continua sendo o pior inimigo da Marvel Studios. Para algum fã assíduo, dava para encontrar o plot inteiro do filme dentro dos trailers, spots e bonecos. Acontece. Mas vamos combinar, nada disso estraga o que é você chegar no cinema 30 minutos mais cedo, comprar um balde de pipoca, colocar o óculos 3d e ter diversão empurrada pelos nossos olhos.

E falando em 3d, o filme é convertido então não tenham a extrema necessidade de assisti-lo dessa maneira.

Na trama, após recuperarem o cetro das mãos da Hidra. Tony Stark (que continua incrível como sempre) acaba usando vários estudos que a organização criminosa estava fazendo para institucionalizar a paz no mundo como sempre quis. A Legião de Ferro, um grupo de robôs automatizados que seriam responsáveis pela substituição dos Vingadores. Daí nasce o projeto Ultron de inteligência artificial.

3

Um dos grandes elementos do primeiro filme é Loki, o personagem é o clássico vilão maniqueísta que quer dominar a tudo e a todos por inveja e ciúmes do irmão. Ainda assim fica bom pela atuação canastríssima de Tom Hiddleston. Mas apesar da evolução psicológica que o filme novo propõe, o vilão Ultron dá um passo atrás. Suas motivações são estranhas a nós e seu raciocínio nos escapa em uma introdução corrida. O roteiro em sí peca nessa aspecto, mais preocupado nas cenas pipocas e em piadinhas rápidas e bem sacadas do que na evolução do roteiro.

Os irmãos Maximoff estão bem apresentados e conseguem um bom tempo de filme junto com outros personagens. E para quem achou que seria um problema ter a adição de tantos novos personagens, até o Gavião Arqueiro e viúva negra tem destaques maiores que no primeiro filme. E talvez sejam os mais interessantes quando estamos falando de profundidade e a seriedade que o filme não se propõe.

Os Vingadores 2: A era de Ultron não é melhor ou maior que o primeiro filme, mas é diferente. Vingadores foi o fechamento da primeira fase da Marvel, o filme mais esperado de sua época. Sua continuação mantém o espírito de equipe, abrindo as portas para algo novo, para a fase 3. Então não estranhe se achar que faltou alguma coisa no terceiro ato.

4

O filme não é tão sombrio quanto achávamos que fosse segundo o tom dos trailers, ele continua divertido, massavéio, pipocão e empolgante, mas apresenta uma nova proposta. É a puberdade chegando pra Marvel Studios? Talvez, mas com certeza vemos alguma maturidade, coisa que os fãs se preocupavam e que começaram a ser agradados com filmes como Capitão América 2.

Se dispa do hype, sente na cadeira despretensiosamente e se apronte para ver mais um filme de Super Heróis. Esperar algo além disso é no mínimo ingenuidade. Marvel acerta mais uma vez, mas pode decepcionar os mais afoitos por novidades.

 

Atenção, selecione o texto escondido abaixo para ler os spoilers. 

 1.Pietro morre no final!
2.Visão levanta o Mijonir

3.Nick Fury aparece com o aeroporta aviões
4.Thor, Hulk, Gavião Arqueiro e Homem de Ferro saem dos Vingadores
5.No final o maquina de guerra, visão, falcão e feiticeira escarlate entram pro Novos Vingadores
6.Gavião Arqueiro tem familia
7.Stan Lee aparece na festa
8.Cena pós crédito com Thanos colocando a manopla do infinito
9.Não tem Homem-Aranha!
10. As gemas do infinito são finalmente introduzidas no universo terreno. 

MUNDO FREAK NO APOIA.SE