Mundo Freak Confidencial 43 – A mística arte do TARÔ

Fala freaks!

Um sistema antigo que remete a tempos imemoráveis, transportado pelo tempo através de arcanos que nos conta um pouco a história do homem e da magia. Nesse episódio, falaremos sobre o tarô! Mas não aquele jogo em que cartomantes fajutas tentam prever o futuro, na verdade falaremos do verdadeiro tarô e como você pode usa-lo no seu dia a dia como ferramenta para o melhoramento de todos os aspectos da sua vida.

O investigador Andrei convida o investigador Marcos Keller para bater um papo com Marcelo Del Debbio (Teoria da Conspiração) sobre o passado, presente e futuro desse sistema.

Comentado na leitura de feedback

– Grupo do MFC no Facebook;
– Página do Google+;
– Nos siga no twitter;

 

banner
anuncio

assineCole esse linno seu agregador de feed ou no iTunes na opção “Assinar Podcast” na aba “Avançado“. Se seu iTunes for o mais atualizado apenas coloque “Assinar podcast” na primeira aba do menu. Ou assinar direto pela iTunes Store, clicando nesse link.

E-mail

Se quiser assinar nossos programas e receber mensagens quando um novo episódio é lançado, faça o seguinte:

  1.  Clique no botão abaixo!
  2. Uma nova janela irá se abrir, então clique em “Use Recipe”!
  3. Efetue o cadastro com o e-mail que use com frequência e ao final clique em “Create Account” 
  4. Clique novamente em “Use Recipe” e pronto!

IFTTT Recipe: Receba os episódios do Mundo Freak por e-mail! connects feed to email

msg

Entre em contato com a gente, deixe seu comentário, sua revolta ou sua solução! Mande e-mails com sugestões, críticas, elogios, spams para contato@mundofreak.com.br ou siga-nos Pelo Twitter e curta nossa página do facebook.

Sobre Andrei Fernandes

Ver todos os posts

Falando de podcast com muita ousadia, alegria e misantropia. Também autor do livro Kalciferum, chanceler supremo do Freakstão e morador de Setealém.

66 Comentários

Participe da conversa →

[fbcomments]
  • Caim

    Marcos Keller e Del Debbio, certeza que vai ser um dos melhores o/

  • Keller

    Para quem quiser comparar as ilustrações das lâminas do tarot!
    http://www.clubedotaro.com.br/site/h23_1_index.asp

    • Priscila Guerrero

      Gostei do link e foi pros favoritos. Nunca se sabe quando pode ser necessário achar uma referência desse tipo e aí está bem completa. Gosto para caramba da arte dessas cartas. ;) Abraços.

  • Cleiton Vidal

    Fala Galera! Acompanho o cast faz algum tempo e este é meu primeiro comentário. Bem, gostaria de dizer que os casts são muito bons(os de ocultismo são melhores ainda, uma das minhas áreas de estudo favoritas e o melhor é que ajudam as pessoas a abrirem suas mentes e quebrarem seus preconceitos.) Para completar esse ciclo de casts sobre ocultismo poderiam fazer um episódio sobre Astrologia e um outro sobre Kabbalah Hermética(ótimas ferramentas de autoconhecimento). No mais, cara não preciso nem falar, vocês são fodas. Fazem um ótimo trabalho. E mais uma coisa, estão nos devendo um cast sobre Lovecraft e quem sabe, talvez, até um cast sobre física, física quântica e dimensões… Sei lá, só uma ideia!

    • Saiu muito episódio de Lovecraft recentemente, vamos esperar a poeira baixar para darmos a nossa visão da coisa em algum Zona Freak.

  • Vitor Urubatan

    Pow isso me faz lembrar o Persona. Eu montei um RPG no molde do Persona 3 com Social Links e etc. Tive então de ler o sentido superficial de cada carta e criar um personagem para cada Arcana. Rsss posso dizer que foi uma tarefa divertida até.

    *Ouvindo o cast.*

  • Agatha Gonçalves

    Esse podcast abriu minha mente, sempre tive uma outra visão, talvez por ter seguido com fervor e por muito tempo o catolicismo, via o tarot de uma visão completamente distorcida do que eu acabei de ouvir, porém sempre tive curiosidade, mas sempre tive medo pelo que a sociedade religiosa me mostrava, eu só conseguia ver ERRADO, PECADO e essas coisa imbecis que um culto religioso tenta empregar em nós, para não termos sabedoria o suficiente e para que nós não ‘lutemos’ contra o que eles ‘dizem’ ser o correto.
    Agora que sei como as coisas funcionam, vou começar a estudar e futuramente fazer os cursos do Marcelo Del Debbio, que cada vez mais me surpreende. Adoro as participações dele, me sinto ouvindo alguém superior, não sei explicar haha

    Parabéns pelo cast, adorei.

    Beijinhos :*

    • Vitor Urubatan

      Poucas pessoas reconhecem isso minha jovem. Parabéns a você.

      • Agatha Gonçalves

        Ainda bem que mudei em relação a isso, me sinto mais completa agora.

        • Vitor Urubatan

          Não a conheço, mas fico contente por sua conquista. Gostaria muito de testemunhar mais pessoas como você.

          • Agatha Gonçalves

            Eu também queria conhecer mais pessoas parecidas comigo hahaha zooa
            Mas esse assunto me fascina, ouvi o cast 3 vezes :O

    • Marcos Keller

      Muito bom Agatha! O ideal é agente abrir cada vez mais a nossa mente para diferentes poddibilidades e culturas, parabéns pela iluminação!

      • Agatha Gonçalves

        Com certeza e é isso que quero cada vez mais, abrir minha mente.

  • MarceloGuaxinim

    Pegue seu baralho. faça uma consulta.
    Feche o baralho.
    Repita a consulta.

    Saíram as mesmas cartas?

    Pegue uma pedra levante a altura do olhos, largue. (cuidado com o pé).
    Pegue novamente a pedra, levante na altura dos olhos, largue. (cuidado com o pé)

    a pedra caiu pra alguma direção que não para baixo?

    • Farao

      A pedra caiu no mesmo ponto?

      • MarceloGuaxinim

        se soltar no mesmo ponto sim. inclusive se vc cronometrar chega na mesma velocidade.

        • Farao

          Duvidei uma pessoa largar a mesma pedra do exato mesmo ponto. :)

          • Bela analogia, inclusive levanto ela no podcast Guaxinex, chegou a ouvir?

            As cartas não são as mesmas, mas segundo dizem (e não posso afirmar já que ainda não jogo) elas reafirmam a interpretação.

            Pareidolia? Talvez, um dia aprendo e jogo pra você. Prometo =D

          • Priscila Guerrero

            Opa! Joga pra mim. Que tiro uma de Baralho Cigano para vc. Tbm tem ‘as 3 filas’, que é outro jogo.

          • MarceloGuaxinim

            hum… talvez seja parkinson…

          • Farao

            Não, talvez seja a pessoa seja normal mesmo, pq sempre que envolve uma pessoa, os resultados são variáveis. Pessoas não servem como constante confiável em um experimento científico. ;)

    • Marcos Keller

      Atribua um significado contundente (do tipo que você tem vergonha de falar para si próprio sem usar uma abstração externa) e você tem uma ótima divinação!

    • Priscila Guerrero

      Vc não ouviu inteiro ou ouviu de madrugada e dormiu?

      • MarceloGuaxinim

        Sim ouvi, o fato de vc ter uma desculpa pra burlar o método cientifico, não anula o método cientifico.

        vou deixar outro comentário.

        • Priscila Guerrero

          Só fiz uma pergunta, pois pelo seu comentário, não pareceu que você escutou inteiro.

    • deldebbio

      Se alguem jogar uma pedra no chao 20 vezes, a pedra vai aterrizar em vinte lugares diferentes. Proximos, mas diferentes… O mesmo com o tarot. Se voce fizer varias tiradas, elas serão diferentes, mas proximas.

      • Donilo

        Marcelo, você disse que em um certo tarot há dois arcanos a mais; esses arcanos correspondem aos que o Alan Moore colocou em Promethea: O Mendigo e A Fonte?

        • Marcos

          Esses arcanos, até onde se sabe, foram inventados pelo Alan Moore para descrever como “poderia ser” naqueles caminhos “que não existem mais” em uma interpretação dele (o que não deixa de ser válido). O Marcelo citou um deck da Aurum Solis que contém duas cartas a mais, mas o único que eu encontrei com esse nome tem 72 arcanos, ou seja, 6 a menos do que as 78 padrão. Daí já não sei de mais nada =x

      • MarceloGuaxinim

        olá, sabia que o primeiro (ou o segundo) site dedicado ao sistema Daemon foi meu =D tbm escrevi alguns netbooks, por muito tempo o meu foi o mais baixado, o de DBZ. Bah que saudade.

        como autor de rpg te respeito muito. E não leve pro pessoal o que direi abaixo.

        A TODOS QUE RESPONDERAM ESSE COMENTÁRIO:

        Eu não perguntei onde no chão cai a pedra, eu falei EM QUE DIREÇÃO A PEDRA VAI senão pro chão:

        “a pedra caiu pra alguma direção que não para baixo?” (GUAXINIM, Marcelo 2015)

        já que tomei como base a gravidade para provar um método cientifico, não quero aqui discutir ALEATORIEDADES que influenciam o lado que vai rolar a pedra nem a carta que vc vai puxar. A gravidade existe é provada por qualquer um usando o método cientifico ou mesmo sem método, vide crise de 29.

        Não existe NENHUM artigo no MUNDO provando a eficiência do tarot. EMPIRICAMENTE eu já vi que não funciona.

        Mas é obvio estou aqui caso alguém consiga me provar que funciona.

        • deldebbio

          A gravidade já foi estudada e destrinchada, e mesmo assim micro-desvios aleatórios fazem com que cada vez que se lance a pedra no macrocosmos, ela caia em uma posição diferente no chão. O mesmo vale para a sincronicidade. Infelizmente, no momento atual da ciência, não se tem como provar ainda como a Sincronicidade funciona.

          Por outro lado, o meu campo de Estudos, da História da Arte, tem conseguido demonstrar que as imagens pictóricas do tarot sao representações gráficas e simbólicas das letras hebraicas e uma compilação de boa parte da cultura judaica quando esta precisou ser preservada pelos rabinos convertidos, sendo assim, para mim, não faz a menor diferença se voce acredita que o tarot “funcione” ou não (mesmo porque sua base “empirica” é apenas anedótica também) e nunca nem foi feito um estudo científico para determinar se funciona ou não.

          Como eu disse no podcast, a parte realmente importante no tarot é a composição simbólica das imagens ao longo da História da Arte e seus usos em qualquer tipo de criação narrativa.

          • MarceloGuaxinim

            “Como eu disse no podcast, a parte realmente importante no tarot é a composição simbólica das imagens ao longo da História da Arte e seus usos em qualquer tipo de criação narrativa.”

            Fato. ai esta um uso válido pro tarot.

            Rapidamente no google achei esse trabalho aqui: “Testing the Validity of Tarot Cards” (2004) by I. Ivtzan and C. French

            aqui tá o link pra um resumo: http://archived.parapsych.org/papers/48.pdf

            Basicamente tarot FALHOU.

            Tbm tem o James Randi que em 1964 prometeu um premio de UM MILHÃO DE DÓLARES para quem provar a existência de qualquer poder sobrenatural… e sabe o que acontece MUITOS tentaram e ninguém conseguiu. Teve alguns com suas cartas…

            o premio ainda está disponível,

            tem outros estudos relacionados. mas se nem a gravidade é algo aceitável eu me retiro da discussão..

          • Porque tudo sempre recai para o tal do James Randi? Se já afirmamos que a ciência não pode por limitações humanas…

          • Régis Tomkiel

            Desculpe-me Andrei, mas essa tua afirmação é uma falácia. Essa tal “limitação” já racionalizou muita coisa e até agora, nem um ponto do sobrenatural ou mágico entrou no meio. Sabe o motivo?
            Ninguém conseguiu sequer, repetir duas vezes as previsões, sejam com cartas, ou qualquer outro meio.
            Eu realmente adoro o trabalho de vocês, considero um entretenimento à frente, nessa mídia podcast. Porém me desculpe, eu não consigo ouvir os podcasts com o Marcelo. Ele viaja muito… Dando tons de veracidade, coisa que o campo do ocultismo, não deveria se atrever.
            Enfim, todo sucesso para o Mundo Freak e suas empreitadas. Rumo ao sucesso :D

          • Então te incomoda o tom de “veracidade” dentro do campo do ocultismo? Hm… Sabe que ele não vai deixar de ter por causa disso, né? Cara. Você se agarra na crença que achar melhor, se o teu modo de ver o mundo é “ver para crer”, go ahead. Não sou eu quem vai julgar =)

            Só dou espaço para todo mundo ter voz. E sim, a ciência não explica muita coisa e não gosta muito quando é contrariada. A ciência é importante, mas não precisa ser o foco das nossas vidas, ela é uma ferramenta, não deveria ser uma filosofia.

          • Régis Tomkiel

            No caso da ciência, que não é uma instituição, muito menos uma crença, ela nada mais é que, um conjunto de métodos. Estes, utilizados nas testagens de falseabilidade.
            Não se trabalha com verdade ou mentira, mas sim com o que pode ser testado ou não. O que não é o caso de pseudociências, que usam de alguns aspectos científicos, ganhando uma “capa de veracidade”, mas ignoram outros, que desbancariam alguma ideia.
            Ter um pensamento lógico, de forma alguma, afasta o sobrenatural, o “inexplicável”. Ele não se baseia em desacreditar, apenas descarta explicações errôneas, em favor das mais favoráveis. Portanto, não se trabalha com uma conclusão, se chega à ela.
            Eu respeito em muito o teu pensamento, a tua crença e nem vou discutir isso, pois te respeito e admiro. Quanto à veracidade dentro do ocultismo, humm.. depende do que você defende o que é verdade. Se para você está satisfeito com as respostas dadas, não vejo problemas, é sua opinião e você é livre para expressa-la(que bom :D). Eu prefiro desconfiar de tudo, até que se prove viável ;)
            Enfim, de forma alguma deixarei de acompanhar o trabalho que tu andas fazendo, pois considero o MF, o melhor podcast brasileiro. Seja pela edição, pela maestria do host ou pela interação que tu promove.
            Um grande abraço :D

          • Olha que interessante, concordo em gênero, número e grau com o seu pensamento. Eu sempre disconfio de tudo da mesma forma, a questão é que dentro do podcast eu preciso abraçar a maioria das crenças, principalmente pra representar quem acredita.

            Obrigado pelo elogio =)

    • Juliano Campagna

      Eu sou leigo de tudo, mas me arrisco a lhe fazer uma sugestão, vá a algum terreiro de Umbanda e verá que é possível se comunicar “com o lado de lá” através dos médiuns, depois volte ao terreiro e deverá ver que novamente é possível se comunicar através dos médiuns… então, eu entendo que a comunicação pode ser pelas cartas também, assim como eventos em sua vida.

  • Vitor Urubatan

    Bacana o Cast.
    A respeito dessa conexão que existe entre o baralho e a pessoa. Bom é uma possibilidade, embora eu acredite muito mais que a pessoa que tira as cartas para si própria é um praticamente exercício de autoconhecimento.

    A execução dessa atividade como dito no próprio cast, apresenta um “fenômeno” de autossugestão. Quase como um espelho, a interpretação da pessoa ao tirar as cartas é quase como se estivesse falando para si própria as questões do caso no qual o mesmo procura a resposta.

    Com essa dinâmica, a pessoa tem um feedback quase que “imparcial” e sem um controle íntimo, por conta de uma regra pessoal. Um tipo de “jogo” no qual é possível jogar sozinho, já que é difícil para a pessoa mentir para si mesma. Pode até expor isso para fora, mas na âmbito do mesmo, sabe que está mentindo ou escondendo a verdade de si próprio.

    A representação e identidade das cartas ajuda a pessoa direcionar os momentos pessoais podendo haver uma interpretação mais didática e muitas vezes clara. Porém acredito que não há nada de místico ou mágico nessa ato (meu preconceito antes de ouvir o cast) já que a própria pessoa sugeri isto quase sem querer.


    Pessoalmente faço isso com personagens que crio em minhas histórias. Procuro criar uma base de regras do mundo no qual estas “pessoas” que criei vivem. Logo tento detalhar o máximo possível na personalidade e características de cada um dos bonecos. Sejam detalhes da experiência, idade, convívio, educação, personalidade, caráter, defeitos e etc.

    Isso faz com que eu, mesmo sendo o criador de todo aquele mundo não tenha poder sobre as ações daquelas pessoas criadas. É uma regra pessoal na qual é inviolável, pois se eu por acaso o fizer farei com que aquele personagem se desmonte de uma forma não coerente.

    Rsss e em uma de minhas histórias escritas (Vai parecer coisa de maluco isso e pode ser que seja mesmo) eu fiquei ressentido e triste, pois um desses meus personagens morreu e eu não pude fazer nada. Aquela “pessoa” estava tão viva que eu não tinha mais poder nas decisões que a fizeram morrer.
    Rsss é foda isso, mas faz com que o mundo criado seja mais real.

    • Cara, excelente comentário. Deu uma visão plenamente cética relacionado ao “espiritual” da coisa, mas deixando uma base de interpretação para as ações de tirada de carta. Se você pensar que o seu “Anjo Guardão” for um juiz trancado dentro da sua cabeça e por mais que queira mentir, não conseguimos, sabemos quando estamos errados.

      • Vitor Urubatan

        Rsss na verdade não sou exatamente cético. Acho que há a possibilidade dessa conexão espiritual existir de verdade. Porém, acho que bem mais provável essa questão que citei. Mas posso estar enganado rsss não sei.

  • Felix Maciel

    Aproveitando o tema, ano passado teve um concurso de criação de jogos e eu bolei esse aqui:
    http://www.gamechef.com.br/forums/topic/coracoes-indomaveis/

    É um jogo de construção de histórias a partir de cartas do tarot, lembrando que é um protótipo…

    • Vitor Urubatan

      Muito interessante.
      Valeu cara, isso me ajudará muito… ou não rsss.

  • Ricardo A. Santos

    Olá X-Files, muito bom podcast ! Não tenho muito no que acrescentar sobre o tema, por isso só trago algumas curiosidades relacionados ao tema:

    1- O RPG Dungeons and Dragons tem uma aventura, Castle of Ravenloft, onde se joga cartas para saber o objetivo da aventura da mesma forma que um tarot cigano! Na aventura citada vç enfrenta um vampiro (tipo Drácula) !

    2- A Cartomante de Machado de Assis, além de ser um ótimo conto, também, fala de como não se deve acreditar cegamente em cartomantes que cobram dinheiro.

    Só isso, e acreditem no Coração das Cartas !

    • MarceloGuaxinim

      Duas lembranças EXCELENTES!

      Adiciono ai “A Hora da Estrela” da Clarice Lispector que tbm tem uma Cartomante.

  • MarceloGuaxinim

    Se vc achou bobagem ou não ligou pro tema, OTIMO pare de ler
    e esqueça isso.

    Se ficou na duvida e espera uma mensagem pra dizer se vc
    deve ou não entrar nessa, ai vai: ESQUECE ISSO E SEGUE TUA VIDA. Um forte
    abraço e pare de ler por aqui,

    Se vc ficou com MUITA vontade de ir atrás disso siga o que
    foi dito no cast, NÃO PAGUE NINGUEM, nem procure um “””””ESPECIALISTA””””””,
    compre um livro desses mais básicos que já venha com o baralho, quando fiz meus
    estudos nessa área usei um com a capa branca que via com cartas BELISSIMAS do
    tarot de Marselha, não lembro o autor. O livro tinha um breve histórico do
    tarot, varias maneiras de montar a leitura e muita informação sobre cada carta
    além de discussões filosóficas se vc devia ou não colocar as cartas Viradas pra
    cima métodos de embaralhar, etc.

    Era bem didático, tu montava com a ajuda do livro e depois
    ia procurando carta por carta e fazendo sua leitura. Além do de Marselha estudei
    outros tarots, mas o de maselha era o mais amigável e fácil de começar, mesmo
    tendo o baralho completo e não só os arcanjos maiores como o tarot das bruxas e
    tal é preferível começar por ele.

    Dito isso.

    Peço que tome um segundo cuidado, SEMPRE anote o que saiu da
    sua leitura, mas não anote a carta que saiu, anote o significado que a carta
    teve pra vc. Como dito no cast ao olhar pra carta vc tem uma sensação do que é,
    anote essa sensação. Pq se você anotar só Morte e ter certeza que aquilo é o
    fim do relacionamento vc não vai ligar os fatos se vc perder o emprego 3 meses
    depois. Marque com uma caneta verde os acertos e vermelho os erros. Coloque
    prazos em suas duvidas ao tarot, tipo quero saber como estarei no amor pelos próximos
    dois meses, sei lá. Daí suas previsões ganham prazo de validade. Afinal tirar
    um fim de relacionamento no tarot e vinte anos depois ela morrer e te deixar
    com os netos vc não pode contabilizar como acerto.

    ——

    Dica importante: NÂO VIRE ESCRAVO DESSA MERDA, se vc começar
    a tomar decisões na vida com um baralho sua vida merece ir pra casa do baralho
    (há! Essa foi boa vai). Tem gente que culpa a bebida, tem gente que culpa as
    drogas, tem gente que culpa a globo por seus erros. Não seja o imbecil que
    culpa o baralho, é só papel.

    ——-

    SE FOR CRISTÃO LEIA ISSO: (Senão pule pro próximo caps lock
    de titulo)

    SEGUNDO a igreja católica/evangélica jogar tarot é contatar
    o demo, e é pecado, lembre disso quando for pegar a hóstia, vai que ela pega
    fogo na sua boca… (SPOILER: não, não vai é só uma bolacha)

    DAQUI EM DIANTE É SÓ PARA OS FORTES

    METODO CIENTIFICO:

    Faça a mesma pergunta duas vezes ao baralho. Ou procure dois
    especialistas (em nome da ciência PODE) e veja se saíram as mesmas cartas.

    >>> MIMIMI como dito no cast tem varias cartas com
    significado parecido que se complementam… por isso mesmo que saia diferente
    ainda vale.. MIMIMI

    Sim tem o que é uma ótima desculpa para não admitir que é só
    um jogo. Uma BRINCADEIRA de adivinhação. As cartas são amplas o suficiente (e
    se vc comprar o livro que falei vai ver a quantidade de significados para cada carta)
    para que vc tire a resposta que vc quer (cociente ou inconsciente) sempre que
    jogar o jogo não importando muito as cartas que saiam…

    METODO BONUS:

    >>> tbm tem a desculpa de que quando vc joga
    novamente isso influencia a próxima jogada e muda as cartas.

    NÃO TEM PROBLEMA! Pegue dois baralhos. Mentalize suas
    duvidas e pegue cartas ao MESMO tempo de cada baralho, com a sua MESMA energia.
    E sabe o que acontece? Saem cartas diferentes…

    Quando eu falei pra vc SEMPRE anotar suas jogadas não foi
    pra ajudar no seu estudo, é pra vc fugir do reforço psicológico.

    Sabe que SEMPRE chove no dia de finados, ou quando vc lava a
    janela/carro? Então quando não chove vc nem lembra desse ditado, quando chove
    vc pensa CARAIO! BEM QUE DIZEM É SEMPRE ASSIM!

    Sabe aquelas pessoas que quando acontece uma tragédia dizem
    Eu sabia! Eu tive um pressentimento ruim pela manhã… Preste atenção nesse oráculo,
    e vc vai notar que ele SEMPRE tem péssimos pressentimentos, a maioria não da em
    nada e todos esquecem. Mas quando ela acerta PUTAQUEPARTIU! ME PASSA OS NUMEROS
    DA MEGA SENA!

    Se vc tirar cartas do tarot todo dia e não anotar vc vai
    esquecer todos os erros. Mas quando acertar… PUTAQUEPARTIU EU SOI FODA VOU
    MONTAR UMA BARRACA E AJUDAR AS PESSOAS DO MUNDO TODO VOU LIGAR PRA DILMA E VER
    O FUTURO DELA E SALVAR ESSE PAIS…

    Um forte abraço.

    • Vitor Urubatan

      Rsss caraca um comentário em forma de TCC.

    • Agatha Gonçalves

      HAHAHAHA muito bom.
      Bem que poderia lembrar exatamente o nome desse livro ae, quero brincar de tarot :D

    • Felix Maciel

      Mano, convidem esse cara pro cast um dia. Vou ri muito com ele e com o Rafael.

  • MarceloGuaxinim

    Quando eu era adolescente namorei uma menina que era ligado nessas coisas de Tarot, wicca e o escambau. estudei MUITO dessa área “mistica” com ela. O engraçado é que sempre que ela lia o tarot ela enxergava a gente juntos, filhos e o escambau, eu adorava… e ficava sonhando junto com as leituras dela. um ano depois quando eu queria terminar, já tinha até feitocoisasquemearrependo ela continuava a tirar cartas que mostrava um amor eterno… hoje quase 15 anos depois eu ESPERO que as cartas tenham mudado, ou que ela tenha abandonado isso.

    Enganasse quem acha que sou cético pq nasci cético. Já fui MUITO religioso e já tive muita leitura de ocultismo. mas depois cresci.

    • Não sabia disso e a forma como você leva a forma do ceticismo como sua cruzada pessoal em converter o pessoal pode ter algo a ver com o trauma. :v

      Mentira, é óbviamente uma piada, Céticos não precisam ter traumas par serem céticos.

      Mas lendo todos os seus comentários, achei legal seu ponto e reafirmar que, olha só, concordo com todos eles. É claro que as cartas vão se encaixar em algum aspecto da sua vida, são arquétipos que utilizamos. Sempre vai ter algo ruim acontecendo e sempre vai ter algo bom.

      Inclusive por isso questionei se havia mesmo escutado tudo. Pois falamos sobre pareidolia, arquétipos e sobre tirar a mesma carta da mesma maneira.

      Se (e apenas SE) existir energias místicas que regem nosso universo, ela não será explicada pela ciência hoje. Nem pelo metódo científico hoje. Mas SE ela existir, ela não é mágica, não é sobrenatural, mas seria tão abstrato e sutil que indifere o questionamento. Quem acredita, acredita, quem não, não. E quem vira escravo de suas crenças viraria escravo de qualquer outra coisa. Como você bem disse abaixo.

      • MarceloGuaxinim

        Não há trauma, pelo contrario meninas que são cabeça aberta pro lado mistico, costumam ser mente aberta com outras coisas… foi uma fase boa.

    • Marcos

      Por experiência própria, mas sem confirmação científica, percebi que o Tarot dá umas “trolladas”. Mas não é intencional. Se você não estiver com a mente o mais limpa possível, você vai se ferrar. Quando você se foca no que você quer ver, vai cair o que você quer ver. É difícil, mas tem que se focar na questão, e não na resposta que você espera que venha. E era ela quem via isso. O que VOCÊ via nessas tiradas? Talvez ela estivesse apenas tentando afirmar o relacionamento de alguma maneira. Ou talvez ela estivesse com a mente tão focada no relacionamento que só visse isso. Talvez ela tenha interpretado do jeito que queria e ignorado o lado negativo. Sei lá, Tarot de fato não é uma ciência exata, é mais uma arte.

  • Lucas De Sousa Fechio

    Tudo mentira esse negocio de Tarot, mo Kao

  • Lucas De Sousa Fechio

    Eu acredito no truco, se eu não tiver o zap na minha mão eu sei que vou levar uma carta na testa.

  • Baiano

    Na boa, MARAVILHOSO CAST.

  • Paulo Campos

    Muito bom!
    É sempre um enorme prazer ouvir alguém como DelDebbio!

  • Juliano Campagna

    Eu comecei a assistir o curso virtual de Geomancia e ouvi a explicação sobre os oráculos, tive que parar de ver o curso e comecei a ouvir o podcast, ouvi de novo a explicação sobre os oráculos… a sincronicidade esta ajudando para que eu aprenda mesmo :-)

  • MarceloGuaxinim

    Antes de lerem o livro do taro leiam esse:

    O Mundo Assobrado Pelos Demonios (de Carl Sagan)

    http://www.buscape.com.br/o-mundo-assombrado-pelos-demonios-carl-sagan-853590834x.html?pos=1#precos

    Vocês vão ver que o Tarot é um dragão, um dragão de garagem!

    • Um dragão de garagem? Aposto que esse autor fumava um hein…hehe

    • Sim. O tio Carl sempre defendeu o método científico, mas sempre deixou espaço para dúvidas. O Dragão de Garagem serve para explicar como a ciência não deve agir. E nisso eu concordo. Mas será que fugindo do ambito científico precisa ser assim?

      Acreditamos em coisas abstratas e intocáveis todos os dias da nossa vida.

  • Rodrigo Rocha

    Del Debbio e Mundo Freak, baita parceria! O respeito pelo mistico, a navegação segura pelo imaginário, a segurança para andar pelas sombras, salve a força de vocês! Ser a luz, onde quer que seja sempre é o destino de vocês! Muito obrigado, pelo trabalho, carinho, roteiro e entrevista!

  • Geisa castro de souza
  • Neto Dias

    Qual a trilha sonora usada neste cast? Poderiam me enviar os nomes por email?
    joaocastor@hotmail.com
    Obrigado!

  • Aline Akiw

    Ótimo Cast! Enfim consegui terminar!

    Utilizo o Tarot para consulta pessoal,”just it”.

    Entrando no assunto do guaxinim,andrei e etc…
    Quando o ser humano parar de padronizar, e “marcar a ferro” tudo que percebe no mundo(indifere o que se considera nesse caso), aí sim haverá a compreensão, como disse o @andreifernandes, do que é essa “limitação” do ser humano, então assim será inevitável nos desapegarmos da necessidade de provas, confirmações, essa busca é apenas da ciência, e ela sozinha é algo solto pra humanos como nós imcompletoa, é apenas como instrumento, e tem, como outros métodos o seu mal uso do qual é feito, e todos vemos e enxergamos, então essas coisas conaideradas tolices pra alguns, mas tão óbvias pra outros, como exemplo os ocultistas, essa energia toda se abrem aos olhos de todos, aqueles que se abrem pra isso, ao ponto que se torna tão natural, no caminho das leis naturais voltando à fonte essencial, tal que a lógica, por si só não explica, por não compreender, e não “sentir”, mas que vibra e flui.

    Desculpe se “comi bola”. Veio lá de dentro, lá onde a ciência sozinha não chega…
    Gratidão pelo espaço e informações.