Artigo

O jogo que expulsou a Rare da Nintendo

É isso aí pessoal, um pouco de sensacionalismo no título. Na verdade é o último jogo lançado pela Rare quando ainda era uma second-party da Nintendo, ainda na época do Nintendo 64.

Decidi falar hoje de um jogo que, apesar de ter sido lançado em 2001, só fui jogá-lo agora. Este fucking jogo se tornou um Cult devido à abordagem de comédia adulta, contendo violência gráfica, temas sexuais, linguagem forte, humor escrachado e paródias a vários filmes populares. Vamos falar de Conker’s Bad Fur Day.

Para os fãs de jogos de plataforma da Rare, como Banjo-Kazooie e Donkey Kong, era mais um título que devia ser jogado. Porém apesar de ter recebido ótimas críticas, o jogo vendeu pouco, pois a Nintendo, provavelmente por ter uma política mais voltada para jogos para toda a família, não fez a publicidade necessária para que o jogo vendesse.

O jogo conta a história de Conker the Squirrel, um esquilo vermelho alcóolatra que está tentando voltar para a casa de sua namorada após uma noite de bebedeira com seus amigos. No meio tempo, o Panther King está irritado por sua mesa de colocar o copo de leite está com uma perna quebrada. Após a solução dada pelo seu servo, Professor Von Kriplespac, ele ordena a captura de um esquilo vermelho para que seja usado como substituto pela perna de cadeira perdida da mesa.

Além do enredo maluco, o jogo está cheio de referências muito engraçadas, como o zangão que quer “polinizar” uma girassol com grandes seios, um grande fardo de feno que referencia Terminator, um cachorro tubarão que remete ao clássico filme de Spielberg, uma montanha toda feita de fezes, entre outras coisas doidas.

A jogabilidade do jogo é bem simples. Embora muito similar a Banjo-Kazooie e Donkey Kong 64, acaba sendo mais simples, pois a coleta de itens foi retirada, sendo a única coisa realmente coletável são os bolinhos de dinheiro, aos quais Conker fica fascinado quando encontra. Além disso, ao invés das inúmeras combinações de botões, o jogo usa um sistema de botão sensível ao contexto. Ao pisar em um pad com a letra B e pressionar o dito cujo botão, Conker fará uma ação que é relevante para aquele momento para solucionar o quebra-cabeça ou desafio em questão.

O jogo foi o último lançamento da Rare feito para a Nintendo, pois logo em seguida a Microsoft fez a compra de 100% da empresa, passando então a Rare a ser uma first-party da empresa de Bill Gates. Sendo assim, a possível sequência para Nintendo 64 acabou sendo abandonada e somente um remake do jogo para Xbox.

O jogo é realmente muito bom. Quem ainda não jogou (como eu até recentemente) tem que jogá-lo.

MUNDO FREAK NO APOIA.SE